quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Crise no Brasil: "Cala a boca já morreu!"

Estão desacatando o povo brasileiro, isto pode?

Quando Lutero traduziu a Bíblia do latim para o alemão, estava desacatando os poderosos?

Se desacatou, o fez para o bem do povo alemão?

Além do povo alemão, todos os povos se beneficiaram da democratização do conhecimento e do saber?

Se você respondeu às três perguntas acima com um SIM, então Lutero estava certo e a contestação foi correta.

Os conservadores ainda sentem saudade do tempo em que "a obediência era cega e passível de punição severa para os que desobedeciam".

De Lutero para cá, já se passaram mais de 500 anos. Milhões de pessoas morreram defendendo o direito de divergir individual e coletivamente.

O Brasil tem se beneficiado da facilidade de ter acesso às informações via on line, garantindo-se o direito à diversidade, principalmente para quem fala e ler várias línguas diferentes. A internet foi tão e mais revolucionária quanto a tradução da Bíblia por Lutero.

Forjar julgamentos para impedir Lula de disputar eleições presidenciais é violentar o direito de o povo eleger livremente seus representantes.

As leis devem ser iguais para todos.

O judiciário não pode ser instrumento de um partido contra o outro.

Fazemos coro àqueles que publicamente declararam: "Cala a boca já morreu!"

Abaixo à censura!

Viva a liberdade de informação e formação!

Viva a liberdade de imprensa!

Eleições sem Lula é fraude!

Nenhum comentário:

Postar um comentário