sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Lava Jato - O golpe dos perdedores

Como impedir que o povo escolha seu candidato

O PSDB é uma metamorfose intelectual tão especial que, mesmo chamando-se Partido da Social Democracia Brasileira, não tem nada de social e, muito menos, democrático.

Mesmo tendo sido criado por pessoas como Mario Covas e Montoro, ao perceber que tinha dificuldade de se eleger defendendo a social-democracia, liderados por Fernando Henrique, fez a mutação para o neoliberalismo.

Ganhou uma eleição
aproveitando-se da boa iniciativa de se acabar com a inflação, no Plano Real. Fez nova mutação, ao depois de tomar posse,defender e implementar as privatizações, de forma manipulada e já contando com amplo apoio da imprensa para justificar suas mentiras. Vendeu várias empresas e bancos à preço de bananas...

Reelegeu-se, comprando votos dos congressistas
, para estes aprovarem a mudança da Constituição e instituir o direito da reeleição no Brasil. Novidade tucana...

Fez nova mutação quando, depois das eleições vitoriosas, liberou o câmbio, provocando grande desvalorização do real. O povo se sentiu lesado. Muitos empresários também.

Na hora de fazer seu sucessor, Fernando Henrique, freudianamente aceitou a candidatura de Serra, mas não jogou todas as fichas. Tudo indica que ele torceu para Lula ser eleito, fazer um governo caótico e assim Fernando Henrique voltaria nos braços do povo, quatro anos depois.

Acontece que Lula foi eleito e milagrosamente fez um bom governo. Apesar da difícil convivência com os políticos corruptos como o pessoal do mensalão.

Reeleito, Lula fez um segundo mandato ainda melhor do que o primeiro
, sendo determinante para eleger como sucessora a primeira mulher na história do Brasil.

Aí o PSDB perdeu a paciência, e decidiu partir para o tudo ou nada.
Obstruindo e destruindo tudo que Dilma fazia. Mas, mesmo assim, Dilma conseguiu manter o PLENO EMPREGO e foi reeleita, concorrendo com Aécio Neves, presidente nacional do PSDB e herança de Tancredo Neves.

Aécio perdeu a eleição que considerava ganha, partiu para o golpe de Estado e criou a operação lava jato, aliando-se ao judiciário, já que não podia envolver diretamente as Forças Armadas.

Pela primeira vez na história do Brasil, o Poder Judiciário partidarizou-se abertamente, criou leis próprias e também partiu para o tudo ou nada.

Unidos, o PSDB - neoliberal e entreguista - conseguiu unificar setores imprescindíveis como a imprensa, o empresariado, os partidos fisiológicos e o judiciário.

A verdade deixou de ser importante,

importante mesmo é impedir que Lula seja candidato.

Por azar do destino, o candidato do PSDB é muito fraco eleitoralmente fora de São Paulo. E ainda por cima, ante a radicalização dos conservadores golpistas, surgiu um candidato militar que tem melhor desempenho eleitoral que o candidato do PSDB...

Aí eles vão ter que concretizar três golpes de Estado:


1 - O primeiro quando tiraram Dilma Roussef, eleita com mais de 54 milhões de votos;

2 - o segundo quando tentam usar cinicamente o Judiciário como "mão suja" para impedir a candidatura de Lula;

3 - e, tudo indica, que tanto o PSDB quanto seus aliados de conservadores, terão que usar mais uma vez o judiciário para impedir que o candidato militar mantenha sua candidatura.

É igual a história do mentiroso ou do assassino. Difícil é a primeira vez...
Como os mentirosos e assassinos não conseguem parar sozinhos,
vai ser necessário alguém impedir que os crimes continuem.

O Povo Brasileiro exige democracia, liberdade e o direito de se manter as candidaturas.
O povo brasileiro exige Honestidade, Transparência, compromisso com a Verdade e a Liberdade.

Ou se mantêm as regras constitucionais ou ninguém será candidato.
Quem viver, verá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário