domingo, 21 de janeiro de 2018

E a Folha descobriu Washington Olivetto

Demorou, demorou, mas saiu uma bela entrevista

Washingron Olivetto é a maior expressão da publicidade brasileira, um grande exemplo de cidadão e uma pessoa que fala sempre pelo positivo. Por vários motivos, ele resolveu ir embora do Brasil e fixar-se em Londres. O Estadão fez várias matérias abordando o assunto, inclusive fez um almoço para ele no jornal.

Talvez pelo fato de o Estadão ter dado repercussão à mudança de Washington Olivetto, a Folha melindrou-se e não tocou no assunto. Como assinante e leitor antigo, cobrei da Folha o porquê ela estava escondendo a mudança de uma pessoa tão importante.

Finalmente a Folha publica uma página inteira na edição deste domingo. Uma bela entrevista, como sempre. Apesar de a entrevista ter sido por telefone e não pessoalmente, como fez o Estadão.

A novidade na entrevista é Washington falar de EDUCAÇÃO.


"O grande problema passa por não termos um projeto educacional tão consequente.

O Brasil, infelizmente, continua mal-educado, no sentido pleno.

Desde a escolaridade do dia a dia até os nossos políticos, que são mal-educados.

Nossos depoimentos estão mal-educados, nossa vida está mal educada."

Querem saber mais? Leiam a entrevista.


É só procurar Washington Olivetto na Folha deste domingo.
O título da entrevista também está ruim:
"É uma barra-pesada esta obsessão do patrulhamento".
Mas a Folha é assim mesmo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário