domingo, 28 de janeiro de 2018

Caso Lula: Por que a OAB se cala?

OAB está em silêncio por que?

Com mais de um milhão de advogados filiados, a OAB foi favorável ao impeachment de Dilma e agora se cala ante a farsa do julgamento de Lula para deixá-lo fora das eleições.

O Judiciário está substituindo as Forças Armadas nas execuções dos golpes de Estado, tanto no Brasil como nos outros países.

Onde estão os juristas que herdaram o passado de lutas e de glórias?

Onde está o brio da OAB em todo o Brasil, que já foi tão importante nas lutas pela democracia e pela verdade?

Primeiro acabaram com a "neutralidade da imprensa". Agora a imprensa tem lado explícito. Defendeu o golpe e defende prender Lula, para deixá-lo fora das eleições. Têm medo do voto do povo.

Depois se aproveitarem de pequenos erros para pregar o ódio e a desmoralização de pessoas e instituições.

Mais tarde tomaram coragem para convocar o povo a ir para as ruas contra os governantes.

Em seguida convocaram advogados para defender o impeachment. E até a OAB nacional defendeu...

Como as dificuldades dos governantes continuaram, não esperaram novas eleições, derrubaram o governo.

E, em vez de se convocar novas eleições, resolveram completar o golpe de Estado, modificando a Constituição, promovendo reforma contra o povo e especialmente contra os trabalhadores, e decidiram também vender tudo que fosse possível, acabando com o poder econômico do Estado.

E, por fim, abriram mão da soberania nacional. Tornaram-se apêndice das multinacionais e do governo americano.

Mas ainda existia a possibilidade de Lula ganhar as eleições e fazer um grande plebiscito contra as reformas destruidoras dos direitos dos trabalhadores.

Então a ordem foi DESTRUIR O LULA, forçar delatores a denunciarem Lula, sem provas, desmoralizando a Justiça, mas condenando Lula à prisão e, o que era mais importante, tornar Lula inelegível. Pronto, podem eleger qualquer candidato do PSDB...

A partidarização da Justiça desmoraliza a democracia e leva o Brasil ao descrédito.

Os advogados não podem ficar calados.

Em apenas cinco estados brasileiros há 65% do total dos advogados do Brasil.

São Paulo tem 28%, Rio tem 13%, Minas tem 10%, Rio Grande do Sul tem 7% e Paraná tem 6%. São mais de 680 mil advogados.

Vão deixar o Brasil se transformar no México?
Vão esperar o Brasil virar uma Venezuela?

Alguma coisa está fora da ordem... como canta Caetano Veloso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário