domingo, 31 de dezembro de 2017

As ditaduras se copiam... Brasil e Egito

Egito é modelo de ditadura

Hoje eu não pretendia falar de política, mas, ao ler uma nota de pé de página no Estadão de hoje, não resisti.

Mais uma vez se comprova que o golpe e a ditadura no Egito serviram de modelo para os demais países que "desobedecem às forças ocidentais". é a tal da "guerra invisível".

Leiam a Nota do Estadão:

"EGITO - Ex-presidente Morsi é condenado por insultos


Uma corte criminal do Cairo
sentenciou o ex-presidente egípcio Mohamed Morsi - DEPOSTO POR UM GOLPE DE ESTADO em 2013 - e outras 19 pessoas a três anos de prisão por INSULTOS AO JUDICIÁRIO.

Morsi também foi multado
2 MILHÕES DE LIBRAS EGÍPCIAS (R$ 371 mil) enquanto que os outros julgados pela corte receberam multas entre 30 mil e 1 milhão de libras."

Lá e cá


No Egito


Os militares egípcios, sob mando dos Estados Unidos e Europa, derrubaram o presidente eleito democraticamente no Egito e reimplantaram uma ditadura civil-militar.

Depois fizeram uma eleição fajuta e se dizem "representantes do povo" e julgam e condenam quem querem e da forma que querem. Tudo isto com amplo apoio ocidental.

Já no Brasil


Também depuseram um governo por um golpe de Estado, mudaram as principais leis do país, venderam tudo que tinha de importante, inclusive a soberania nacional, e estão usando o Judiciário como forma de condenar Lula e o PT.

Igualzinho ao Egito...


Uma nova farsa está montada para o pretenso julgamento de Lula no próximo dia 24 de janeiro.

E a imprensa tenta passar a imagem de que "o julgamento é honesto e democrático".
Uma outra farsa.

E ainda não chegamos em 2018...

Nenhum comentário:

Postar um comentário