sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Bate-boca no STF desmoraliza o Estado brasileiro

Morte do Coronel no Rio desmoraliza a segurança

Os políticos
desmoralizam a política.

Os executivos
são acusados de corruptos e ineptos.

Os juízes do STF
betem boca publicamente e se acusam de indecências.

Duzentos milhões de brasileiros desprotegidos e expostos ao ridículo.


Estamos caminhando para a barbárie.
Vamos virar um México?

Sem judiciário, sem segurança, sem governantes, sem políticos,
sem poder contar com os poderes constituídos, o quê nos resta?

Organizar milícias? Compor-se com as quadrilhas do narcotráfico?
Mudar do Brasil?

Ou, lutar pelo Brasil?


O juiz Luís Roberto Barroso
tem sido uma das poucas esperanças de seriedade para o Brasil.

Ontem, mais uma vez, o juiz Barroso deu uma demonstração de grandeza ao ter coragem de enfrentar o maior falastrão do judiciário nacional e também um dos principais chefes do PSDB. enfrentar o juiz Gilmar Mendes não é para qualquer um. a própria presidente do STF sempre recua ante as ameaças de Gilmar Mendes.

O bate-boca durou cerca de 30 minutos
até ser interrompido pela presidente do STF, Cármen Lúcia, que encerrou a sessão.

Não foi a primeira vez que Gilmar Mendes protagonizou cena de discussão ríspida com colegas em plenário. Para o ministro Barroso, Gilmar Mendes "não trabalha com a verdade". Disse também que Gilmar Mendes fica destilando ódio o tempo inteiro. Não julga, não fala coisas racionais, articuladas, sempre fala coisa contra alguém, sempre está com ódio de alguém. Use um argumento, disse Barroso em relação a Gilmar Mendes.

Enfim, alguém com coragem de por limite às provocações e às manipulações.


Nunca é tarde para começar uma nova vida...

Todo apoio ao ministro do STF, Luís Roberto Barroso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário