sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Petrobras quer desmoralizar funcionários

Diretoria da Petrobras quer destruir direitos dos funcionários

Segue resumo da proposta apresentada pela Direção da Petrobrás e subsidiárias a FUP - Federação Única dos Petroleiros em 21/09.
Principais pontos da proposta apresentada pela Petrobrás e subsidiárias:

• Reajuste salarial de 1,73% no salário básico e na RMNR

• 0% de reajuste para os Benefícios Educacionais

• Redução de 50% para as Horas Extras e dobradinhas (extra-turno)

• Redução do pagamento das horas da troca de turno. O pagamento será limitado a 15 minutos. Se o tempo for de até 10 minutos, não será mais remunerado.

• Fim do recebimento do auxílio almoço no contracheque. A empresa propõe a migração obrigatória para o Vale Refeição/Vale Alimentação

• O valor do Auxílio Almoço não será mais considerado no cálculo da Gratificação de Férias e do 13º

• Reajuste de 34% para a tabela de Grande Risco da AMS

• Fim da Gratificação de Campo Terrestre

• Fim do Adicional do Estado do Amazonas

• Fim do Benefício Farmácia, que será substituído por um programa de acesso limitado e com restrição de medicamentos

• Fim do Programa Jovem Universitário

• Implantação de uma nova modalidade de redução da jornada de trabalho do regime administrativo, de cinco para quatro dias semanais com redução de 20% da remuneração

• Redução da gratificação de férias, que passará a ser remunerada em 1/3. Os 2/3 restantes serão pagos em forma de abono

• Fim da promoção por antiguidade de Pleno para Sênior nos cargos de nível médio

• Alteração dos indicadores que compõem a metodologia do regramento para p...


Conforme declaração do Coordenador da FUP, José Maria Rangel,

os petroleiros estão abertos à negociação,
mas não podem aceitar os patamares que foram colocados,
ao propor mudanças estruturais para o Acordo,
que acabam com conquistas históricas e reduzem direitos.

E finalizou: “Quem quer paz, se prepara para a guerra”,

Fonte: FUP

Nenhum comentário:

Postar um comentário