terça-feira, 22 de agosto de 2017

Violência: Medo, Humilhação e Ódio

A Pedagogia da Violência

Os brancos que moram protegidos da violência dos bandidos e dos policiais só tomam conhecimento do significado da violência, ou quando são vítimas eventuais ou quando vê as imagens na imprensa.

Ao ouvir o noticiário sobre a violência no Rio de Janeiro no dia de ontem, ao ver o as imagens das crianças sem aulas, milhares delas, e ao ver a fotografia abaixo, com as crianças sendo revistas pela polícia, como se elas fossem perigosas, que pudessem estar transportando armas,bombas ou outros instrumentos usados pelos bandidos e traficantes do Rio de Janeiro, fiquei travado durante todo o dia desta terça-feira.



Será isto Pedagogia?

Pedagogia do Oprimido?
Pedagogia do Opressor?
Pedagogia da Libertação?
Pedagogia da Inclusão Social?
Pedagogia do Big Stick?
Pedagogia do Perdão?

ou é Pedagogia da Violência?


O trauma que fica na vida destas crianças e suas consequências são imponderáveis.

Talvez no primeiro momento tenham Medo de serem confundidos por bandidos, principalmente se eles souberem onde os bandidos moram e trabalham, ou ainda se tiverem algum parente que faça parte do tráfico...

Talvez no segundo momento sintam-se Humilhados, sintam-se envergonhados porque os colegas, vizinhos e parentes saberão que eles foram Revistados pela Polícia...

Talvez no terceiro momento estas crianças tenham muito Ódio e sintam-se motivados a se juntarem aos traficantes para se vingar do Medo, da Humilhação e da Violência...

Não culpo os policiais que estão na foto. Culpo os governantes, os empresários e as pessoas como um todo. Precisamos buscar soluções...

Durante o dia conversei com muitas pessoas sobre a foto e cada pessoa falava uma coisa diferente. Mas todas tinham pena das crianças. Ao serem perguntadas o quê poderíamos fazer para acabar com este tipo de violência, ninguém sabia responder de forma tranquilizadora. Afinal, a violência tomou conta do Brasil. A corrupção tornou-se pública e cínica. A mentira passou a fazer parte do nosso quotidiano e a falta de esperança está contaminando nossa vida.

É preciso pensar nas Crianças do Brasil.

É preciso fazer alguma coisa pelo Brasil.

O Brasil merece respeito e

nossas crianças merecem um futuro decente.

As pessoas podem errar, mas não podem se omitir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário