terça-feira, 29 de agosto de 2017

Desemprego aumenta o sofrimento

Famílias inteiras desempregadas

No segundo trimestre deste ano, o Brasil tinha 15,2 milhões de famílias onde ninguém trabalhava. Famílias aqui que moram sozinhas. Cada família uma casa. Não são ""LARES" como deu manchete o jornal Valor.

ISTO É TEMER.

perverso, destruidor de um governo legítimo que gerou pleno emprego, distribuição de renda e inclusão social.

Agora é só notícia ruim.

A população sem trabalho superaria 60 milhões...
Esse número,porem, não pode ser confundido com o de desempregados no Brasil. Que são 13,5 milhões segundo o IBGE.

A crise colocou muitos chefes de família, cônjuge e filhos fora do mercado de trabalho.

A crise foi mais cruel para as famílias mais pobres.

Quando o chefe da família tinha o ensino fundamental incompleto, a proporção era de 32%, cinco pontos percentuais maior que em 2014.

Palavras do Valor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário