sábado, 22 de julho de 2017

Sabiás e muitas flores

Apesar do frio e da baixaria política

Hoje acordamos com o cantar do Sabiá.
Tinha sol e frio ao mesmo tempo.
A diferença estava no canto do Sabiá.

Ao ir comprar pão, passei pelas lindas flores do Ipê do vizinho.




Mais tarde quando fui fazer feira passei pela praça Vicentinha com suas cerejeiras repletas de flores. Simplesmente divinas.



E a lembrança da fogueira no frio das montanhas de Cunha, perto de Paraty.



Agora vocês entendem o porquê da alegria do Sabiá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário