quarta-feira, 19 de julho de 2017

Lula e sindicalistas despediram-se de Augusto Campos

Enquanto Augusto foi para o Céu,

o inferno jurídico e midiático contra Lula continua...


Lula, mais uma vez demonstrando sua grandeza espiritual e pessoal, mesmo com o frio da manhã, desceu a Serra do Mar para Santos para ver o velho amigo Augusto Campos.

Lula deu um abraço em cada familiar de Augusto, conversou com as centenas de sindicalistas presentes e voltou para São Paulo para cuidar dos processos baixarias que o juiz Moro faz contra ele e se preparar para conversar com a imprensa.

Além da relevante presença de Lula, foi bonito ver os familiares de Augusto, os filhos, as netas, os amigos e colegas bancários, especialmente os banespianos... Com certeza, Augusto ficou muito contente com o que viu. Nós adoramos Augusto e seu belo trabalho desenvolvido nesta sua passagem por aqui.

Enquanto Augusto vai para o Céu,
o inferno jurídico e midiático contra Lula continua.

O jogo-sujo contra Lula é todo combinado:


Moro prepara o processo, combina com a imprensa o quê deve ser publicado e os destaques a serem feitos, tipo manchetes terroristas, como acontecia com a Folha da Tarde na época da ditadura militar.

Mudaram os atores mas a encenação e o teatro são os mesmos. Ditadura é sempre ditadura, seja civil ou militar. Agora Moro mandou bloquear os bens de Lula, incluindo as contas bancárias. Vamos fazer uma campanha financeira em solidariedade a Lula e vamos recorrer contra esta falsa neutralidade jurídica.

Voltando ao amigo Augusto Campos


Quero pedir desculpas por não ter dado mais informações sobre o velório de Augusto ontem, mas eu estava emocionalmente impossibilitado. Mesmo assim, foram mais de 4.750 acessos em nosso blog. Centenas de amigos de Augusto escreveram mensagens carinhosas. Augusto continuará para sempre entre nós. Nosso amigo Laranjeiras, importante militante da oposição bancária nos anos setenta, depois diretor representante do Banespa, e, finalmente, presidente do sindicatos dos bancários da Bahia, veio de Salvador para despedir-se de Augusto.

Ver Augusto partir foi como perder um pedaço da nossa vida e da nossa história.
Ficamos com suas lembranças e seus ensinamentos. Mas ainda temos Lula...

Lula ainda viverá muitos anos entre nós.


Continuaremos lutando juntos por um Brasil mais justo, mais democrático e mais participativo.Um Brasil onde os pobres, os negros, as mulheres e a própria classe trabalhadora seja reconhecida como parte imprescindível do usufruto das riquezas do Brasil, como atores determinantes da nossa Democracia e da nossa Liberdade.

Enquanto lutamos aqui na Terra,

Augusto, Gushi e demais companheiros
irão nos estimulando lá do Céu.

O Brasil só será de todos,
com todos e para todos,
se todos participarem da luta.

O Brasil merece respeito.
Eleições sem Lula é fraude.


Eleições sem Lula não é democracia,
Eleições sem Lula é ditadura.



3 comentários:

  1. Perfeito. Muito bem escrito e comovente esse artigo.

    ResponderExcluir
  2. Olá Gilmar. Que tristeza a morte de nosso companheiro Augusto Campos. Eu estava em viagem com a família em Foz do Iguaçu. Fraterno abraço a tod@s da família e aos amig@s e companheir@s de lutas. Seguimos firmes no front de batalha que definiram para mim nesta guerra entre Capital e Trabalho.

    ResponderExcluir