quarta-feira, 14 de junho de 2017

Gilmar Mendes também recebeu dinheiro da JBS

Vergonha, vergonha e mais vergonha...

O arauto da moralidade, juiz defensor do PSDB e chefe supremo do Judiciário brasileiro, também recebeu dinheiro da JBS.

Vejam a matéria de capa da Folha de São Paulo de hoje:

"Instituto de Gilmar Mendes teve patrocínio de R$2,1 milhões da J&F

O grupo J&F, dono da JBS, gastou R$2,1 milhões DESDE 2015 em patrocínio ara o Instituto Brasiliense de Direito Público, que tem como sócio Gilmar Mendes, do STF.

O IDP diz ter devolvido R$600 mil após o acordo de delação da JBS e afirmou que, até então, a conduta do grupo era considerada exemplar. Gilmar disse que não é administrador do Instituto."

Aos poucos as pedras vão caindo, como num jogo de dominó...

No início eram apenas os petistas,
depois surgiram os políticos do PP e do PMDB,
aos poucos foram chegando os políticos do PSDB,

e agora vão aparecendo fiscais, policiais e juízes...
será que vão aparecer jornalistas e advogados?

quem pode atirar a primeira pedra?

Será que não é mais fácil parar tudo...

derrubar o governo Temer,
fechar o Congresso,
o STF assumir todos os processos e

dar um prazo para se fazer ELEIÇÕES GERAIS,

com DIRETAS JÁ e um prazo para se fazer


UMA NOVA CONSITUTINTE?

A França, sem querer, está mostrando uma boa alternativa.

O Brasil não precisa de 35 partidos políticos.
O Brasil não precisa ser destruído por disputas jurídicas,
políticos e financeiras.

O Brasil merece respeito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário