quinta-feira, 6 de abril de 2017

A destruição do Brasil Social

A vitória dos golpistas mercenários

A cada dia é mais uma ou mais notícias sobre a venda de mais uma empresa brasileira aos estrangeiros, sobre a entrega de nossas riquezas aos estrangeiros e a redução dos direitos dos trabalhadores, sejam eles pobres ou classe média.

A vitória dos golpistas abriu as portas do poder aos mercenários, entreguistas e quintas-colunas. Gente com título de doutor, palpiteiro de encomenda, consultores que topam tudo por dinheiro. Gente sem compromisso com o Brasil e muito menos com o povo brasileiro. Gente que quer ver o Brasil como mão de obra complementar e consumidores dos produtos das empresas multinacionais. Gente servil... Tão servil que fazem o serviço sujo, enquanto o PSDB cobra bem mais caro, recebe bem mais benesses, fica mais rico e com mais poder.

Ou o povo vai para as ruas exigir a renúncia desta quadrilha que tomou conta de Brasilia, ou, quando houver um governo comprometido com o povo, terá tanta coisa para fazer que talvez governar seja inviável. A solução vai ser ganhar as eleições tanto para presidente como também fazer maioria no Congresso Nacional. Para isso, a campanha terá que ser plebiscitária. De um lado o projeto Democrático Popular, de recuperação dos direitos dos trabalhadores e da soberania nacional, e do outro os mercenários, os vendilhões do Brasil, os destruidores das nossas instituições. Para isso será necessário também um programa mínimo. Uma Carta aos Brasileiros comprometendo-se com um programa mínimo onde todos que forem eleito defendendo-o terão que respeita-lo se eleitos.

Para superar a destruição dos golpistas, devemos estudar, estruturar e divulgar nossas propostas econômicas, políticas e sociais.

Um outro Brasil é possível e necessário.


O povo, junto com os movimentos sociais e
com os sindicalistas, irá derrubar este governo.

Eleições Gerais já!

Nenhum comentário:

Postar um comentário