domingo, 19 de março de 2017

O Brasil e o mundo em desordem

Carne Fraca e Trump servem como advertência

Muitas coisas estão fora da ordem.
Da nova ordem, mundial...

Parafraseando Caetano Veloso,
o mundo e o Brasil estão fora de ordem.

O governo Temer, desmoralizado pela Polícia Federal e por algum juiz de plantão que deu legalidade a operação de impacto mundial, fez reuniões neste domingo tentando diminuir os impactos negativos sobre o comércio internacional brasileiro, sobre o partido do presidente Temer, o PMDB, e sobre a desmoralização da presidência.

Os prejuízos são imensos.

Nunca vi coisa igual.

Mais triste do que ver o Brasil ser desmoralizado
pela Polícia Federal e por algum juiz de plantão,
é ver os Estados Unidos caindo em descrédito
em função do comportamento de seu novo presidente.
O que Trump fez com Merkel,
primeira ministra da Alemanha, não se faz.

Enquanto o mundo e o Brasil se desmancham,
Lula vai até Monteiro, na Paraíba, para dialogar
com seu povo, sua base eleitoral e seus companheiros.

Lula foi até lá, foi lá em Monteiro, na Paraíba,
comemorar um dos maiores feitos da História do Brasil.
A transposição das águas do Rio São Francisco.

Pena que Luiz Gonzaga e Gonzaguinha não puderam estar presentes.

Paraíba machimina, mulher macho sim senhor, já cantava Gonzagão.

Quando lama virou pedra e mandacaru secou,
Quando viração de seca bateu asa e voou,
Foi aí que vim embora...

Lula veio criança para São Paulo,
mas nunca esqueceu seus conterrâneos,
nunca esqueceu que o Nordeste precisa
ser transformado.

Que o Nordeste precisa de água,
de indústria, de agricultura irrigada
e de muitas escolas com boa educação.

Lula voltou ao Nordeste e
voltará a governar o Brasil.

O povo não esquece,
quem nunca lhe esqueceu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário