quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Judiciário desmoralizado

Legislativo e Judiciário a serviço da destruição do Brasil

Qual é a diferença entre uma pessoa ilustre e um mercenário?

Normalmente é que as pessoas ilustres primam por defender conceitos,
valores morais e comportamentos que sirvam de bom exemplo para a sociedade.

Enquanto os mercenários cobram para fazer determinadas tarefas,
independente se são éticas e morais ou não.

Que os políticos brasileiros, na sua maioria, servem mais para denegrir a imagem do Brasil e para depredarem os recursos públicos, todo mundo sabe.

Mas, assistir à degradação da autoridade do Poder Judiciário como está acontecendo no Brasil, é a maior vergonha do nosso país e um verdadeiro perigo para a paz social.

Como acreditar num judiciário que tenha ministros como 
Fux, Toffoli, Gilmar Mendes, e agora Alexandre de Moraes?

Mesmo tendo ilustres pessoas como Barroso e Carmen Lúcia, o judiciário vai ficando refém ou se transformando em parte da política partidária e golpista que tomou conta do Brasil.

A interpretação da lei virou mera conveniência.

Como as pessoas, os cidadãos comuns poderão acreditar neste judiciário? Já não acreditam nos políticos, já não acreditam nas polícias, também não acreditam nos empresários e nem na imprensa.

Ainda restava a fé no judiciário. 
E agora?

Só uma nova Constituinte 
vai restabelecer a moralidade no Brasil.
Uma Constituinte livre e soberana
para construir um novo
pacto de governabilidade e de ética.

Nenhum comentário:

Postar um comentário