quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

O Brasil e a Síria em guerra?

No Brasil as bombas matam a longo prazo

Na Síria as bombas matam na hora

No Brasil a história está se repetindo, apenas trocando os uniformes. 

Em 13 de Dezembro de 1968 os militares baixaram o AI-5, impondo a ditadura total. Acabando com os poderes do Congresso Nacional e do Judiciário. Ficando apenas o poder absoluto das armas pesadas, incluindo a grande censura aos meios de comunicação. É claro que a imprensa que apoiava os militares continuaram sem censura, como a Rede Globo. A principal porta-voz dos militares.

Em 13 de Dezembro de 2016, os golpistas aprovaram no Congresso Nacional, a maior bomba da História do Brasil. Através da PEC-55, chamada de Reforma Fiscal, que congela os orçamentos dos Municípios, dos Estados e da União, o Brasil vai andar para trás, vai diminuir de tamanho, privatizando tudo e transformando-se num país de segunda categoria. Abriu as portas para implantar o modelo neoliberal radical, o mesmo que foi implantado no Chile, durante a ditadura militar de Pinochet.

A nova ditadura brasileira tem amplo apoio da Imprensa e do Judiciário.
Aparentemente, quem vem mandando de verdade é a Rede Globo. Os políticos e os partidos estão reféns dos golpistas. Os americanos administram de longe.

Nas Américas, o imperialismo americano está impondo uma derrota atrás da outra contra os desenvolvimentistas e que defendem a inclusão social. Com os golpistas atuais, liderados pelos tucanos do PSDB, pobres voltarão a ser pobres e excluídos...

Já para a Síria, o dia 13 de dezembro de 2016, será lembrado como o dia da grande derrota dos revoltosos contra o governo local.

Caiu Alepo!

A maior cidade da Síria, controlada pelos rebeldes há vários anos, finalmente voltou para o controle do governo. Graças a ajuda dos russos... Foi uma grande derrota dos Estados Unidos e seus aliados que estão implodindo o Oriente Médio.

A Síria está destruída. Como a Líbia e o Iraque também estão destruídos. A ditadura no Egito também está em crise. E os muçulmanos radicais se espalham pela Europa causando pânico e morte. Culpa dos muçulmanos ou culpa do Ocidente que invadiu seus países?

E ainda não começou o ano de 2017...

Nenhum comentário:

Postar um comentário