quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

BRF insiste no erro. E Abílio não viu

A BRF não gosta de Negros e Negras?

Uma empresa que se diz MAIS INOVADORA DO BRASIL, insiste em fazer propaganda só mostrando diretores e funcionários BRANCOS, ou asiáticos, que tem a sede no Brasil, opera em mais de 150 países, pode ser chamada de Politicamente Correta?

No dia 28 passado, a BRF colocou propaganda nos principais jornais do Brasil, duas páginas do primeiro caderno, onde falava da sua grandeza, falava dos funcionários e dos clientes. Mas na foto não tinha um negro ou uma negra sequer.

Hoje, dia 01 de Dezembro, a empresa volta a colocar propaganda.
No Estadão são três páginas e na Folha não tem nada. A BRF e a DM9, que é de Nizzan Guanaes, baiano de Salvador, a cidade que tem mais negros e negras do Brasil, volta a mostrar fotografia de funcionários. Todos brancos e sorridentes...

Na propaganda, a BRF fala que "Inovação é fazer com amor"...

Será que os negros e as negras não amam? 

Mas existe um outro Brasil.

Agora vejam uma outra propaganda,
na caderno de Economia da Folha, também sobre INOVAÇÃO.
A propaganda foi criada pela DPZ, empresa de muita tradição no mercado publicitário brasileiro. O título é:

"Descubra um mundo de novas possibilidades na educação...."

Acreditar na Inovação Educação como forma de inspirar novos caminhos para o desenvolvimento do Brasil a partir da EDUCAÇÃO.

Apoiar a formação de professores por meio de metodologia inovadora e tecnologias digitais.

Estimular a linguagem de programação como conteúdo para as crianças, jovens e educadores.

Incentivar o EMPREENDEDORISMO para que os jovens possam se desenvolver e transformar sujas comunidades.

Compartilhar conhecimento e inspirar pessoas para a transformação.
Um país não pode exigir o seu lugar no futuro. Tem que pedir com educação.

A propaganda criada pela DPZ para a Fundação Telefônica e VIVO, além de um texto maravilhoso, tem também uma foto maravilhosa. Uma jovem negra, com o cabelo preso em coque e um olhar cheio de Esperança e Beleza.

Amar, Educar e Trabalhar, o melhor caminho para o Brasil.

Pena que o pessoal da DM9, da BRF e até Abílio Diniz,
por enquanto, ainda não perceberam isto.
Se Deus quiser, eles vão descobrir a importância da inclusão dos negros e negras.

E pensar que, no Brasil, 53,6% da população são de Negros e Pardos. Segundo o IBGE.
O negros e as negras também amam, também estudam e também trabalham muito.

Vamos inovar. 
Vamos ajudar o Brasil a garantir direitos iguais para todos. Garantir que os negros também possam ter acesso a todas as faculdades, como Medicina e Engenharia, ter acesso ao trabalho, além de continuarem os melhores na música e no futebol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário