segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

BRF e a propaganda sem negros e negras

Mais uma propaganda no Estadão

A impressão que passa é que a BRF,
por orientação de alguém,
está publicando as propagandas no Estadão
apenas para ajudar financeiramente o jornal.

A BRF está repetindo as propagandas.
O que seria uma estupidez.

Empresa nenhuma rasga nota de cem dólares.
E propaganda de página inteira no caderno principal
do jornal como Estadão custa uma fortuna!

A propaganda de hoje repete a foto dos diretores.
Todos brancos e todos homens.

Onde estão as mulheres?
Onde estão os negros e negras?

Será que na BRF não tem negros e negras?
Será que não há clientes negros e negras?

Será que Abílio Diniz ainda não percebeu
que esta campanha da BRF
mais depõe contra do que a favor?

Nenhum comentário:

Postar um comentário