segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

BRF continua machista e racista

Antepropaganda da BRF

Esta parceria BRF/DM9/Estadão não está dando certo. 
Pode estar ajudando financeiramente o jornal Estadão,
mas está prejudicando a imagem da BRF.

Hoje, mais uma vez, a propaganda aparece somente no Estadão.
A Folha continua sem publicar anúncios da BRF.
Assim a Folha não se queima.

Na propaganda de hoje,
ALÉM DE NÃO TER NENHUM NEGRO ou NEGRA,



TREZE HOMENS,

BRANCOS!

Imagino que as fotos são de funcionários da BRF.
Já que falam de CONFIANÇA.

Mas a propaganda é para os clientes, consumidores,
mercado potencial e países em geral.

Logo, o mundo é plural!

Há funcionários negros na BRF?
Quantas MULHERES trabalham na BRF?

Por que só colocar fotografias de homens?
Por acaso, são o sexo e a etnia que garantem
a qualidade dos produtos da BRF?

Com a palavra ABILIO DINIZ.

P.S.: 

Agora saiu no jornal VALOR.

Mais tarde, quando fui ler o jornal Valor, descobri que agora a BRF também publicou anúncio nesse jornal. É um anúncio que já saiu no Estadão. Tendo cinco homens e duas mulheres. Todos brancos.

Como a Folha vendeu sua participação no controle do jornal para a Rede Globo, as propagandas ficaram apenas para o Estadão e o Valor.

Agora, vamos ver se o jornal Valor e a Rede Globo ajudam a mudar a forma de a BRF fazer propaganda. Como na Globo há muitos artistas negros, vamos ver se a BRF também reconhece a importância das mulheres e dos negros e negras na  publicidade e na vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário