terça-feira, 29 de novembro de 2016

Tragédia Humana e Esportiva

Porque estas coisas acontecem?

O Brasil passou o dia aturdido com o acidente de avião que acabou com o time da Chapecó, além de muitos jornalistas e pessoal de apoio ao time.

Considerada com a maior tragédia esportiva do mundo, isso não ameniza o sofrimento dos familiares, dos sobreviventes, da torcida e dos moradores de Chapecó, interior de Santa Catarina.

Volta e meia cai um avião e morre muita gente.
E o controle de qualidade? E a fiscalização?

As empresas aéreas sempre culpam os pilotos, dizendo que foi falha humana. Mas o sistema de aviação tem que ter mecanismos que minimizem as falhas humanas.

Teve gente que deveria estar no avião, mas, algum motivo fez com que não embarcasse. Foi o destino? O que será que fez com que essas pessoas não embarcassem?

O time que disputaria com a Chapecó, o Nacional de Medelin, são assim ambos campeões. O título de campeã não devolverá à vida do time, incluindo seu técnico, mas servirá como homenagem.

Viver é condição para morrer.
E todos morreremos um dia.
Todos sofremos quando a morte chega.
Principalmente as crianças e as esposas.

Os jovens jogadores são heróis nacionais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário