terça-feira, 22 de novembro de 2016

Merkel quer ficar 16 anos no governo alemão

No Parlamentarismo isso pode

No Brasil, corrupto e presidencialista, não pode.

Essa mania de o brasileiro querer imitar os Estados Unidos, mas fazer uma cópia mal feita, precisa acabar. O presidencialismo brasileiro vem do modelo americano. Mas hoje, o modelo americano não está servindo nem para eles mesmos.

Por que o Brasil não pode ser Parlamentarista?

Claro que pode e deve. Além de obrigar o governante a ter maioria no Congresso, pôde-se antecipar eleições, toda vez que se sinta que o primeiro ministro está ruim ou perdeu a maioria. Evita-se golpes civis como aconteceu agora no Brasil. 

Vivemos uma realidade onde a maioria do congresso foi eleita com um programa e uma candidata, mas, depois do golpe contra a presidente, está se implantando uma política econômica do candidato e do partido derrotados. Puro oportunismo e enganação! 

O parlamentarismo é mais transparente e as regras são mais estáveis. 

Vejam que na Alemanha, tanto agora com Angela Merkel, como com Kohl, uns anos atrás, o primeiro ministro pode ter mandatos contínuos que cheguem a 16 ou 20 anos. O que importa é que a maioria do eleitorado o ou a apoie. 

Simples, não?

Vamos aproveitar essa baita crise e vamos fazer uma Constituinte e aprovar o Parlamentarismo?

Eu sempre fui parlamentarista,
desde a época da faculdade. 
Isso há 40 anos...

Como o Brasil é meio lerdinho.
Antes tarde, do que nunca.
Experimente o bom parlamentarismo!
E não me venha com o argumento de que
O Brasil já experimentou e não gostou.
Aquilo não foi parlamentarismo,
Aquilo foi golpe. Como o golpe do impeachment.

Eu apoio Angela Merkel, mais uma vez.


Nenhum comentário:

Postar um comentário