domingo, 30 de outubro de 2016

Brasil injusto e sombrio

Um país violento, com leis e ética de conveniência

A Folha de hoje faz um Editorial importantíssimo, porém dúbio, como sempre. Digo dúbio por que quando o jornal quer ser sério, ele sabe ser, mas quando quer manipular e fingir de morto, ganha de qualquer um... Esse é o lado triste do jornal. Gostaria de ser progressista, mas não deixa de ser golpista.

Vamos aos fatos do Editorial: 

O Brasil sombrio
"A constatação fala por si: de janeiro de 2011 a dezembro de 2015, o número de mortes violentas intencionais no Brasil chegou a 279 mil, superando o registro de vítimas da sangrenta guerra da Síria  em período semelhante.

Este Brasil sombrio, dos assassinatos, dos latrocínios e das lesões corporais seguidas de mortes expõe um quadro de falência civilizatória e disfunção institucional que se estende há décadas.

É de lamentar que o ESTADO, do qual se esperam políticas de segurança pública,seja na verdade parte indissociável da crise."

O Editorial desenvolve ótima comparação com os números do Reino Unido para, mais na frente, concluir:

"O quadro é crítico e exige medidas urgentes. A sociedade é a maior vítima do jogo de empurra entre Estados e União quando se trata de traçar objetivos e prover recursos para aperfeiçoar as polícias; de reformar o sistema prisional; de agilizar a Justiça e REDUZIR A IMPUNIDADE; de incentivar políticas voltadas para a EDUCAÇÃO e a oferta de oportunidades aos JOVENS."

Agora, meus comentários:

1 - Realmente a violência no Brasil é espantosa tanto na sua quantidade como por ser rotineira. O Brasil tem mais de 800 mil advogados, está entre os três países do mundo que mais tem faculdades de Direito e em número de advogados, no entanto, carrega na sua história a violência e a injustiça. Principalmente contra os pobres e os negros. Ainda mais se forem negros e pobres...

2 - Essa mesma violência sempre esteve presente nas relações capital e trabalho. Isto é, nas relações trabalhistas, no trato com os conflitos agrários, e mesmo nos conflitos grevistas urbanos. Enquanto na Europa as centrais sindicais têm mais de 120 anos, aqui no Brasil, somente foi criada a primeira central sindical em 1983.

3 - O Judiciário está aprovando decisões que estão retrocedendo ainda mais os direitos trabalhistas e a livre organização dos trabalhadores. E os empresários conservadores, como a Fiesp, ainda estão exigindo mais retrocesso com as terceirizações e as flexibilizações nas representações negociais de salários e benefícios.

4 - O Brasil também é violento quando, com o atual governo, em nome de uma reforma fiscal radical, está aprovando leis que congelam os investimentos em EDUCAÇÃO e SAÚDE. Afetando diretamente os mais pobres e principalmente os jovens e negros, facilitando que estes sejam executados pela repressão policial e pela ausência de política pública.

5 - A violência do Brasil também aparece na Estrutura do Estado, quando aparentemente cobra muito imposto, mas, grande parte desses impostos desaparece com as artimanhas patronais em sonegá-los e se protegerem com recursos jurídicos duvidosos e corrompendo representantes do Estado.

6 - Outra vez aparece a violência no Brasil quando vemos algo que deveria ser igual para todos, principalmente porque se diz moralizador do país, mas este algo tem lado, esconde as denúncias que envolvem parte dos partidos políticos e de funcionários públicos. O Estado moderno, para ser democrático, precisa ser para todos, com todos e de todos. Não é o que temos visto no Brasil atual...

7 - A operação Lava Jato já não consegue esconder seu lado político e ideológico. Além de usar ostensivamente o Estado para executar suas ações políticas e jurídicas, com ampla participação da imprensa, comete injustiças e violências típicas de uma sociedade que vê o Estado manipular dados, tomar partido e aceitar ou negar fatos que interferem no conteúdo de cada processo. Isso é sombrio e é injusto.

8 - Por último e não menos importante, vale lembrar que hoje é aniversário de um dos principais personagens desse mundo chamado Lava Jato.

Hoje João Vaccari Neto faz aniversário, mas continua preso na República de Curitiba, que substituiu Brasília como Governo Federal e Poder Judiciário.
Qual foi o crime de Vaccari? Quantos videos foram achados carregando malas de dinheiro? Quando acharam de dinheiro nas suas contas bancárias? Quantas contas acharam nos bancos suíços? NADA! NADA! NADA!

Então, qual é o crime de Vaccari?
Ser tesoureiro do PT? Então ele é preso político!
Ou o PT era uma organização criminosa, como o PCC?
E os demais partidos? Porque somente contra o PT?
E o dinheiro de Serra e do PSDB?

Enquanto a violência está concentrada nos pobres e nos negros, não aparecem editoriais. Com a generalização do uso de drogas e da violência de seus negócios, toda nossa sociedade vai sendo destruída e, combinada com a corrupção generalizada, vai levando à destruição do Estado e da Paz Social.

Precisamos nos unir e começar um novo Brasil. 
Um Brasil com Democracia, um Brasil Solidário,
laico, com formação escolar e muita saúde.
Saúde física e mental.
As pessoas sombrias precisam de ajuda.
O Estado violento precisa ser reconstruído.


Nenhum comentário:

Postar um comentário