terça-feira, 20 de setembro de 2016

Hoje é aniversário de Nelson Silva

Uma vida dedicada a solidariedade e a amizade

Ao completar 77 anos de vida, nosso grande companheiro Nelson Silva não estará presente nos piquetes deste 15o. dia de mais uma Greve Nacional dos Bancários. Nelson está hospitalizado na Beneficência Portuguesa, enfrentando uma diabete e outros problemas. Há meses que Nelson, ora está na UTI, ora está no quarto do hospital. A Família estoicamente presente e solidária...

Quem convive com o Centro de São Paulo conhece as estórias e histórias de Nelson Silva.

Para quem nasceu em 1939, viveu o golpe militar de 1964, viveu o AI-5  de 1968, viu os amigos e colegas do Partidão serem presos, cassados, demitidos do BB, Banespa e tantos bancos, viu a retomada das mobilizações contra a ditadura, ajudou a Oposição Bancária a se organizar e ganhar as eleições de 1978, ajudou em todas as greves da categoria bancária e ajudou nas lutas gerais, mesmo estando no hospital, a vida valeu a pena.

Quem não conhece as graças contadas por Nelson Silva? 

Hoje, podemos tirar o dia para fortalecer a greve nacional dos bancários e para contar histórias e estórias de Nelson Silva. Lembram do "Carequinha" do BIC na rua XV de Novembro? Nelson e Dedé, paravam a bandinha do Peru em frente a agência do BIC e cantavam a musica especial do gerente que perturbava os funcionários durante a greve. "Ele é o en-viado especial..." cantava Dedé, para alegria de Nelson Silva.

Não vou contar as estórias das "bizutas" porque anda politicamente incorreto, mas são interessantes. Ou as estórias de "fazer a unha"...

Um dia, Nelson Silva estava na porta do Itau da Boa Vista, e o então governador de São Paulo, Mario Covas, que tinha usado o heliporto do banco, apareceu na porta para ir até a Bolsa de Valores, Nelson, que distribuía a Folha Bancária, entregou um exemplar para o governador e sorriu. Para surpresas dos presentes, Covas virou para ele e perguntou: "Ou Nelson, o quê você faz aqui?" Covas, não só conhecia Nelson como lembrava do seu  nome. E os jovens ficaram orgulhosos de ver a importância de Nelson.

Outro dia, um outro militante histórico nosso, também chamado de Nelson, só que de sobrenome Canesin, convidou-me para ir visitar Nelson Silva na Beneficência. Fomos e ao entrar na sala da UTI, ao ver tantas pessoas idosas entubadas, fiquei baqueado emocionalmente. Nelson não conseguiu falar, mas sua expressão era de que entendia o que falávamos. Talvez ele tenha sentido mais nossa energia do que nossas palavras.

Nelson sobrevive no hospital,
Nelson hoje faz mais um aniversário,
junto com a esposa, as filhas e os netos e as netas.

Nelson Silva já faz parte da nossa História,
da História do Sindicato dos Bancários de São Paulo
e da História da Classe Trabalhadora brasileira.

A vida valeu a pena.

11 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Grande Nelson Silva, lembro que a discussão e polêmica corria solta entre os novos funcionarios do sindicato, vindos dos Correios, eu incluso e o Nelsão do partidão, alí na Florencio de Abreu, onde todo sábado tinha reunião para análise de conjuntura e sobre a preparação da grande greve dos bancários de 85. Aquele espaço, chamado de senadinho, próximo aos metroviários marcou época. Salve Nelson Silva!

    Edivaldo Dias de Oliveira.

    ResponderExcluir
  3. Emocionada. Como é bom saber que ele é amado, obrigada Gilmar , meu pai te admira muito, amigo do peito. A luta pela a vida mostra como ele ainda é guerreiro, nao desisti

    ResponderExcluir
  4. Viva nosso grande guerreiro Nelson Silva! Forte abraço a ele e a tod@s os familiares e companheiros! William

    ResponderExcluir
  5. Conheci o Nelsão, em meados dos anos 90 através de sua querida, adorável e dedicada esposa Anna Márcia, de quem sou amiga até hoje, espero ser até a eternidade. Como costumamos dizer de "algumas" pessoas que conhecemos foi "paixão a primeira vista"... Nelsão um amigo íntegro, guerreiro, um batalhador das causas trabalhistas/sociais, um homem alto astral, de coração enorme, solidário, companheiro em todos os momentos, de uma alegria inenarrável e muito bom de prosa. Infelizmente está em um leito de hospital, tenho acompanhado de perto o amor e a dedicação que a minha querida amiga Anna e sua filha Telma tem dispensado durante todo esse tempo ao meu querido amigo, incansavelmente não diria, mas diariamente elas estão lhe fazendo "companhia" com todo afeto e afeição que ele sempre mereceu. Hoje mandei uma mensagem de parabéns e pedi para ele se recuperar logo, porque no seu próximo aniversário eu quero comemorar na casa dele.

    ResponderExcluir
  6. Grande Nelson! Sempre presente na luta e nos nossos corações...

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Nelson parabéns..., você esta guardado em meu coração eternamente,obrigada pela amizade e cuidado a minha irmã em momentos tão dolorido em sua vida,você foi especial, cuidou de nossa dor quando meu sobrinho se foi,além da luta, do grande homem você é foi muito solidário conosco.Daqui estou enviando muita energia positiva e agradecendo tudo que fez pelo povo.Feliz aniversário companheiro energias positivas para você,receba o carinho da familia Sola,parabéns...,Viva o Nelso..., muita força companheiro!

    ResponderExcluir
  9. E vivas ao grande Nelson Silva. Nelsão de tantas lutas, de tantas histórias e estórias (como diz o Gilmar). No leito, mas ainda na luta, guerreando. Grande beijo.

    ResponderExcluir
  10. Grande Nelson, como lhe sou grata!
    Não há conversa sobre o fazer sindical em que não caiba uma vivência do Nelson Silva.
    Privilégio te-lo próximo.

    ResponderExcluir
  11. Grande Nelson, como lhe sou grata!
    Não há conversa sobre o fazer sindical em que não caiba uma vivência do Nelson Silva.
    Privilégio te-lo próximo.

    ResponderExcluir