quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Eleições: corrida contra o tempo

Como escolher um candidato?

Sob a égide de uma ditadura disfarçada, o Brasil vai ter mais uma eleição nos mais de 5.600 municípios. Serão mais de 50 mil candidatos a vereadores, em todo Brasil. Nas cidades pequenas, escolher os melhores candidatos é mais fácil do que nas cidades grandes.

Como fazer campanha numa cidade como São Paulo, onde mais de 5 milhões de pessoas estão aptas a votar? Como se tornar conhecido ou como ajudar as pessoas a saberem que determinada pessoa é candidata? Tudo isto em apenas 45 dias?

Da mesma forma que a imprensa apoiou e organizou o golpe do impeachment, esta mesma imprensa vai fazer campanha para os candidatos que também apoiaram o golpe. Como os candidatos que foram contra o golpe não têm acesso à imprensa, vão ficar dependentes do Horário Eleitoral, onde onde partidos menores vão ter menos tempo para mostrar suas propostas e seus candidatos.

Eu, como ex-aluno e eleitor histórico de Eduardo Suplicy, 
tenderia a votar nele.

Mas, como sindicalista e bancário, sinto-me com a responsabilidade de ajudar a eleger uma pessoa que tem sido marcante na militância social. Estou falando de Luiz Claudio MARCOLINO.

Marcolino tem o estilo perseverante de Suplicy, tem a mesma humildade e fez um mandato como deputado estadual de primeira qualidade. Por recomendação, resolveu sair candidato a deputado federal em 2014 e faltaram pouco mais de três mil votos para eleger-se, ficando na primeira suplência do partido.

Além de bom parlamentar, sempre foi um bom militante sindical, um presidente do nosso Sindicato dos Bancários de São Paulo marcante, principalmente por ter sido o primeiro presidente oriundo de um banco particular (não estatal) desde 1979. Se ele foi um bom presidente do Sindicato, foi melhor ainda como deputado estadual e tenho certeza que será um vereador brilhante, principalmente trabalhando junto com Suplicy e outros bons vereadores.

Luiz Claudio Marcolino ficou com o número 13310.

Pelo número sabemos que é pelo PT. Quem defende a linha popular e democrática do PT também conhece a qualidade do trabalho de Luiz Claudio Marcolino, quem não tem tanta aproximação com o partido, pode fazer pesquisa sobre a vida de Luiz Claudio Marcolino. Honesto, trabalhador, solidário, bom pai, bom marido e principalmente um grande amigo de todos que convivem com ele.

Nestes 45 dias voltarei a falar de Marcolino.

Já que mais de 5 milhões de pessoas vão ter votar num candidato a vereador na cidade de São Paulo, já que você também vai ter que votar, vote bem, vote em quem você pode confiar. Eu confio muito em Luiz Claudio Marcolino. Eu e minha família vamos votar nele e ficarei muito contente em saber que você também vai votar. Dê notícias...


3 comentários:

  1. Parabéns nego velho estou aqui no interior de sp pavimentando o caminho pró Wagner Freitas .aprendi com tí muito politica de organização de massa .Gilmar você sempre será um eterno Professor . Fui eu quem sindicalizou o Wagner Freitas lembra abç tudo de bom.


    ResponderExcluir