domingo, 7 de agosto de 2016

CLT e Imposto Sindical para quem?

Os patrões se beneficiam mais que os empregados

Getúlio Vargas quando fez a CLT e criou o Imposto Sindical, fez para proteger os trabalhadores, os patrões e o Estado. Diminuiu o conflito, deu dinheiro para os pelegos patronais e dos trabalhadores.

Quem tem mais sindicatos no Brasil: Os trabalhadores ou os patrões?

Com o tempo, os patrões, além do imposto sindical, também passaram a administrar e controlar o dinheiro do SISTEMA S. São bilhões de reais por ano, que se juntam aos bilhões de reais do imposto sindical. Isto é, além de controlarem a imprensa, o judiciário, as polícias, os patrões controlam bilhões e bilhões de reais do sistema sindical patronal e do sistema S.

Agora vocês entendem o porque de tanta pobreza e discriminação no Brasil? É poder demais a uma classe social. É uma herança da monarquia imperial.

Mais uma vez, aproveitando da nova ditadura civil advinda do golpe do impeachment, além de venderem as empresas estatais, manipularem o ministério da Educação e da Saúde, os patrões querem mudar as relações de trabalho para pior.

Por exemplo, querem flexibilizar a CLT, podendo caso a caso que os patrões imponham acordos onde os trabalhadores aceitam piorar os direitos em nome de manter o emprego; outro exemplo: os patrões querem ter direito a terceirizar tudo nas empresas, reduzindo drasticamente os direitos dos trabalhadores.

Por que os patrões não aceitam a Convenção 87 da OIT - Organização Internacional do Trabalho? Liberdade de organização sindical, sem ingerência dos patrões e do Estado. Fim da estrutura sindical patronal. Criação de um novo sistema de representação e de negociação, com arbitragem em vez de tanta Justiça do Trabalho e tanto Ministério Público do Trabalho.

Por que os patrões na aceitam Organização Sindical por Local de Trabalho, para, a partir da paridade de direito, se fazer negociação entre patrões e empregados, podendo haver acordos desde que se respeitem patamares minimos negociados a nivel nacional e com arbitragem escolhida pelas partes?

Por que a imprensa não propõe acabar com o imposto sindical dos patrões e dos empregados?

Por que a imprensa e os patrões não aceitam gestão tripartite do Sistema S, em todos os níveis?

Por que a imprensa não aceita o direito de o mercado nacional e internacional ter livre acesso ao rádio e a TV no Brasil?

Esta aliança entre os patrões, a imprensa, o judiciário e os golpistas, está aproveitando-se do fato de o Brasil não ter um governo eleito pelo povo, para tirar os direitos do próprio povo.

Vivemos uma ditadura civil.
Que vergonha!

Nenhum comentário:

Postar um comentário