quarta-feira, 31 de agosto de 2016

31 de agosto de 2016 começa a nova ditadura brasileira

A direita gosta do mês de Agosto

Getúlio, Jânio e agora Dilma.
Personagens  que entraram para a História do Brasil como finalizados os mandatos de forma golpista no mês de Agosto.

Getúlio matou-se e levou o povo brasileiro às ruas.

Jânio tentou dar um golpe, mas o contra-golpe foi mais rápido e ele ficou sem mandato.

Dilma e seus ministros advogados, acreditaram demais na legalidade institucional e foram derrubados pelo Judiciário, pelo Legislativo e pela Imprensa. Tudo isto com o amplo apoio do empresariado.

Hoje, dia 31 de Agosto de 2016, o golpe civil - pior do que o golpe militar de 1964 - dará posse ao presidente golpista e começará nova ditadura civil no Brasil. Ditadura legal, mas ilegítima. Ditadura com apoio da imprensa mas sem apoio do povo e sem apoio internacional.

A OAB apoiou o golpe e apoia a nova ditadura.
A Imprensa apoiou o golpe e apoia a nova ditadura.
As Igrejas Evangélicas apoiaram o golpe e apoiam a nova ditadura.
A Igreja Católica, formalmente não apoiou o golpe, e ainda não sabemos como lidará com a nova ditadura.
O Judiciário apoiou o golpe e continuará a apoiar a nova ditadura.
Dos 35 partidos políticos, uns 30 apoiaram o golpe e continuarão trocando favores por apoio a nova ditadura.

Muitos que apoiaram o golpe de 1964, depois arrependeram-se, passaram para a oposição, tiveram parentes presos e assassinados, exilados e cassados os direitos políticos.

Esta nova ditadura começa heterogênea.
Com o PSDB, principal articulador do golpe, exigindo ser aprovado como presidente da Câmara Federal e exigindo mais influência na política econômica. Querem mandar no governo sem sujar a mão de sangue. Como se o PMDB fosse legenda de aluguel.

Ainda veremos muitos choros e ranger de dentes...
Enquanto isso, o povo vai pagando a conta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário