sábado, 16 de julho de 2016

Violência aumenta na Turquia

O mundo caminha para autoritarismo

A democracia está sofrendo da doença de falta de segurança e de perspectiva. Quando isto acontece, o povo aceita e apoia governos autoritários. Em nome da segurança, setores hegemônicos não aceitam divergências e pluralidades, justificando a redução das liberdades individuais e coletivas, como necessárias para se ter segurança. E uma agressão leva a outra violência, até começarem as guerras.

Quint feira foi a França, sexta feira foi o dia da Turquia. O Brasil está em pleno golpe civil. Aqui ainda não estão matando pessoas, mas estão matando direitos e verdades. A América do Sul caminha para a direita, como caminhou na década de 60, liderados pelo Basil, como parceiro especial dos Estados Unidos. No Brasil hoje, os bate paus dos Estados Unidos são pessoas que viveram exílios e hoje estão no PSDB. Foram convencidos que é mais fácil ser procuradores Americanos do que construir uma Nação. 

O mundo sofre quando novos atentados acontecem. As pessoas ficam sem entender o porque de agredir países turísticos. E as Olimpíadas no Rio de Janeiro? Será que Deus é brasileiro e aqui não acontecerá nada? Ninguém pode garantir nada.

Com as eleições americanas, o mundo tende a piorar mais ainda. Afinal, lá se discute qual é o mal menor. Um homem louco ou uma mulher autoritária. Se a loucura vai governar o país mais importante da Terra, só podemos enlouquecer juntos...

Que Deus salve as Américas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário