domingo, 5 de junho de 2016

Odebrecht já demitiu mais de 50 mil funcionários

Dívida nos bancos já passa de 110 bilhões 

O Estadão de hoje publica estas informações na capa da edição deste domingo. 

A imprensa está comemorando que, finalmente Marcelo Odebrecht, sob coação na cadeia há mais de nove meses, finalmente assinou pré-acordo de Delação Premiada. 

A própria Folha já deu destaque que as prisões e torturas só irão parar quando um dos delatores declarar de forma consistente de que deu dinheiro para o presidente Lula.  Evidenciando o caráter político da operação. Querem deixar Lula inelegível.

Enquanto a guerra continua, o desemprego aumenta, a crise política se generaliza e o Brasil é ridicularizado internacionalmente. 

Tudo isto em nome de qual Justiça? 
Além de humilhar o Marcelo, ainda querem humilhar seu pai, Emilio?
Além de destruir as empresas, querem destruir as pessoas?

Se é para se apurar corrupção, porque não se abre tudo? 
Porque protegem Aecio, FHC e tantos outros?
Porque só querem pegar Lula e o PT?
E os outros partidos e seus dirigentes?
E os demais empresários?

O lava jato vai ser igual ao golpe do impeachment?
Tira Dilma, Lula e o PT e aí a bandidagem volta a tomar conta de tudo?

Será que o povo vai aceitar tudo isto passivamente?

Quero ver quando acabarem as Olimpíadas, 
como os desempregados do Rio de Janeiro vão reagir...

Um dia Marcelo Odebrecht ainda vai contar toda a verdade para nós.
O tempo vai mostrar tudo que está por trás de tudo que está acontecendo agora.

O Brasil já não aceita mais tanta impunidade política, 
econômica, social, racista, sexual e mesmo jurídica. 

Dias melhores virão.
Eleições gerais, já!



Nenhum comentário:

Postar um comentário