segunda-feira, 27 de junho de 2016

Judiciário ganha mais do que os outros poderes?

Estadão continua mostrando os números...

Cada dia entendemos menos o quê está acontecendo em Brasilia e no Brasil. O PMDB deu o golpe do impeachment, apoiado pelo judiciário e pela imprensa. O judiciário continua destruindo a imagem do PMDB e ameaçando prender suas lideranças. Já a imprensa, continua destruindo a imagem do PMDB e, não satisfeita, agora fala mal também do judiciário. Parece personagem de Machado de Assis...

É evidente que, quando o Estadão dá como manchete principal da capa do jornal, em letras garrafais, mostrando que o "GASTO FEDERAL COM SERVIDOR DO JUDICIÁRIO CRESCE 112%", quando o Brasil vive uma grande recessão e um desemprego crescente, o Estadão está jogando seus leitores e o povo contra o Judiciário. Os números do Estadão são assustadores...

1 - Ainda na capa do jornal de hoje- 

"Em 20 anos, custo médio com cada funcionário mais do que dobrou.

Custo médio por servidor:

Judiciário  - 111,86%
Executivo -   55,70%
Legislativo - 41,10%

No ano passado, a folha de pagamento dos mais  de 2 milhões de funcionários da UNIÃO chegou a R$ 262 BILHÕES!

Na comparação entre os Poderes, NENHUM registrou maior crescimento do que o Judiciário. O gasto médio por servidor no JUDICIÁRIO também aumentou acima da média da União. O custo mensal dos servidores do Judiciário saltou para R$26 mil, nos últimos doze meses. 

Dizem os pesquisadores que o JUDICIÁRIO brasileiro é extremamente caro se comparado ao de países mais ricos ou mesmo de nível econômico similar. 

Enquanto o Judiciário no Brasil representa gastos da ordem de 1,3% do PIB
esse valor é de 0,3%  na ALEMANHA
0,14% nos ESTADOS UNIDOS 
e 0,13% na ARGENTINA."

Depois de ler a longa reportagem do Estadão...

Ficamos com a impressão geral de que o STF negociou facilitar o golpe do impeachment em troca da aprovação pelo Congresso Nacional do aumento geral dos salários do Judiciários.

A grande dúvida que fica é porquê os 110 mil funcionários do Judiciário podem ganhar muito mais do que os outros funcionários públicos federais?

Judiciário, Saúde e Educação: Direito do Cidadão?

Porque os funcionários do Poder Judiciário podem ganhar significativamente mais do que um médico cirurgião de hospital público ou um professor efetivo das Universidades Federais?

Será que o Judiciário é mais importante do que a Saúde e a Educação?

Ou, como canta Caetano Veloso:

"Alguma coisa está fora da ordem".

Nenhum comentário:

Postar um comentário