quarta-feira, 25 de maio de 2016

O Brasil deixou de ser sério

O golpe do impeachment desorganizou o país

Quanto mais aparecem gravações de conversas de políticos, empresários, juízes e advogados, mais confuso o Brasil fica e, cada vez mais, perdemos a confiança nas pessoas e nas instituições.

Se o governo de Dilma não prestava, imaginem este governo interino de Temer e seus companheiros de golpe. Eduardo Cunha era profissional da malandragem e fazia o Congresso Nacional funcionar. Agora, o governo interino não funciona e tudo indica que o Congresso Nacional vai parar de funcionar novamente.

A imprensa que liderou o golpe denuncia a turma do PMDB. Será que a imprensa só apoia o PSDB? Mas, e os tucanos que estão no governo, como estão se sentindo? Confortáveis? Ou só querem a boquinha, já que ficaram fora de cargos ministeriais por treze anos?

Não sei, não. Estou muito confuso. Não consigo entender o que a imprensa está mostrando.

Minha sensação é que o melhor para o Brasil seria cancelar este processo fajuto de impeachment e condicionar que haja Eleições Gerais para restabelecer a credibilidade na Presidência da República e no Congresso Nacional. Quanto à imagem do Judiciário, eu creio que só vai melhorar quando se fizer uma Nova Constituinte para redefinir as atribuições e responsabilidades de todo mundo.

No Brasil, os poderes viraram podres poderes.
O Brasil deixou de ser sério...

Precisamos de novos poderes, nova estrutura de Estado e Sociedade. A palavra final deve ser do povo brasileiro. Democracia sem respeito ao povo, não é democracia. É ditadura disfarçada. Ainda mais depois de um golpe de impeachment tão chifrin...

Que se abram todas as gravações
e vamos mostrar toda a verdade
que este políticos e juízes estão escondendo.

Eleições Gerais, Já!

Nenhum comentário:

Postar um comentário