sábado, 2 de abril de 2016

Brasil: Sem Justiça, sem governo e sem legislativo

Um país entregue à barbárie 

Quando você não pode confiar na Justiça, quando você já não confia nos governantes, quando você considera os parlamentares corrompidos, corruptos e corruptores, quando você não confia e não acredita no que a imprensa diz, quando seus pastores e bispos viram deputados, senadores e candidatos a prefeitos, colocando seus interesses escusos acima da fé em Deus e da coerência religiosa, você começa a desconfiar de sua comunidade e de seu país.

Como superar esta crise que estamos passando?
Como chegar a um acordo que evite mais prejuízos e mais violência?
Como voltar a acreditar nas instituições ?

Creio que ninguém tenha respostas. Podemos ter sugestões...

De ontem para hoje, ao ver, mais uma vez, a direita, os juízes partidários usar a polícia federal e o ministério público para voltar pela enésima vez ao caso Celso Daniel, fiquei mais assustado ainda. 

Como botar limite na estupidez humana ?
Quem vai botar limite num juiz que começa a dar sinais abusos de todos os tipos? Que considera-se acima das instituições e da hierarquia? Será que este juiz acha que ele é um novo Napoleão Bonaparte?

Eu, que conheci Celso Daniel, fico pensando: 
Será que não vão deixá-lo em paz?
Apurar os corruptos de todos os partidos não seria mais atual do que querer retomar mortos de mais de dez anos que já foi amplamente investigado na época de FHC? Qual é o critério de prioridade? Exclusivamente ser do PT? 

Outro dia uma pessoa perguntou-me porque tenho mostrado poucas flores e eu respondi que o clima político estava matando as flores.

Hoje, ao ver tanta baixaria contra o PT e o caso Celso Daniel, achei importante anexar umas flores...


Flores num caminho de pedras, como jardim japonês.
Quem sabe o Brasil um dia será tão ético como o Japão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário