terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Que faz Eleonora de Lucena na Folha?

Uma voz destoante no jornal

Hoje há duas entrevistas na Folha, que foram realizadas por Eleonora de Lucena. As duas são boas e esclarecedoras, destoando da visão neoliberal e maniqueísta da Folha atual. Não é a primeira vez que suas matérias se destacam no jornal.

Como fica a esquizofrenia da Folha? Além de Eleonora de Lucena tem jornalistas como Janio de Freitas e mais alguns... Os progressistas e desenvolvimentistas estão em baixa na Folha. Mas resistem. Talvez para passar uma imagem de que o jornal seja democrático e plural.

Apresentar entrevista de um dos fundadores do Podemos na Espanha e também de um professor de economia nos Estados Unidos, com visão mais progressistas, é uma forma de mostrar que há vários olhares sobre o mesmo mundo. Por que mostrar apenas um, como fazem os conservadores e manipuladores? 

Parabéns a Eleonora de Lucena!
Os assinantes da Folha comprometidos com a democracia econômica e social agradecem.

Um comentário:

  1. Li o texto de Eleonora na Folha - que está ótimo e faz parte da linha editorial do jornal, uma opinião contra 5 - e ontem o artigo de Reinaldo Azevedo com argumentos de baixo nível, de fascista empedernido. Na mídia impressa, infelizmente acontece aquela lástima de postura condenada por Umberto Ecco nas redes sociais - deu voz a todos os imbecis. Nagib Jorge Neto - Jornalista.

    ResponderExcluir