quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

PMDB não está morto... Viva Picciani!

Agora começa o ano de 2016

Da mesma forma que os Estados Unidos e Europa não conseguem viver sem os países pobres e subdesenvolvidos, o Brasil ainda não consegue sobreviver sem o PMDB.

O PT elegeu Lula e Dilma por três vezes graças ao apoio relevante que teve do PMDB em todo Brasil. Mesmo sendo um partido pulverizado, cheio de lideranças regionais e clientelistas (refletindo o Brasil real), o PMDB ainda é o fiel da balança. É o retrato do Brasil!

Cunha não era nada, representava o baixo clero negocista, aliou-se aos golpistas do PSDB e da imprensa para inviabilizar o governo Dilma, e hoje sofreu a derrota mais relevante de sua vida. Perdeu para um correligionário do seu próprio estado - o Rio de Janeiro. E perdeu feio!

37 votos para Leonardo Picciani; 
30 votos para Hugo Motta - porta voz de Cunha;
2 votos em branco.

Cabe agora ao STF e ao Congresso Nacional afastarem Cunha da presidência da Câmara. Ele depõe contra a dignidade nacional. Os mercenários foram derrotados, afetando agora o oportunismo de Aécio Neves.

Agora começa de fato e de direito o ano de 2016. 

Não foi apenas o fim do Carnaval que selou o início do ano produtivo.
Agora o PMDB, o Congresso Nacional, os governadores, os empresários e os trabalhadores vão começar a trabalhar de verdade, recuperando a capacidade da nossa economia e de nossos recursos naturais.

Além da vitória de Picciani, Pezão e seus gloriosos companheiros, Lula obteve importante demonstração de apoio dos movimentos sociais e das redes na internet. Os trabalhadores continuarão a luta em defesa de seus direitos e de suas conquistas.

Não se iludam...
Mexeu com Lula,
Mexeu com a Classe Trabalhadora brasileira.

O Brasil recuperou um pouco da sua dignidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário