quarta-feira, 28 de outubro de 2015

O Brasil desesperado

Sensação de estar sendo roubado

Por todo lado as pessoas estão sendo ludibriadas. Subiu a conta de luz, muito mais do que a inflação. Depois foi a conta de água, que além de a população não ter água, o pouco que tinha custou uma fortuna. Depois deu uma acalmada no preço mas não voltou a ter água.

Agora, quem está metendo a mão no bolso da população são as concessionárias de celulares. Eu achava que o problema maior era com a TIM, que está um escândalo. Mas, tenho ouvido de muita gente que a Claro e a Vivo também estão abusando, impondo custos sem a devida autorização dos clientes.

Os preços das escolas privadas aumentaram também acima da inflação. Nos supermercados, os produtos estão diminuindo de tamanho e os preços aumentando, fazendo com que, no final das compras, o cliente fique com a sensação de que comprou bem menos e pagou bem mais.

A manutenção dos carros também está um Deus nos acuda.
Gasolina, IPVA, pneus, seguros e tantas outras coisas que dá vontade de passar andar de bicicleta ou de ônibus. Sem contar os preços nos restaurantes. Comer fora está gerando problemas financeiros e má alimentação.

Resultado: 

A classe média, que estava deleitando-se com o consumo fácil na época de Lula, agora está perdendo seu poder aquisitivo e tendo de cortar despesas e ficando mais pobre e insegura.

Esta classe média que era grata ao governo, agora, ao ver a economia degringolar e os políticos brigarem como se estivessem saqueando a economia nacional, aos poucos vai tomando ódio de todos, independente do partido e do grau de governo - municipal, estadual e federal. É como se todos fossem incompetentes e ladrões...

E as telefônicas e empresas de celulares, que foram a menina dos olhos das privatizações de Fernando Henrique Cardoso, passam a meter a mão nas contas e na boa fé de seus clientes. Quando estes reclamam, as empresas voltam atrás, se não reclamam o dinheiro fica com as empresas. Isto é apropriação indébita, e juridicamente, apropriação indébita corresponde a furto, roubo...

Enfim, estamos todos sendo roubados e não temos a quem recorrer...

Nenhum comentário:

Postar um comentário