quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Fernanda Torres fez 50 anos

De vida ou de carreira?

Num ano de muitas comemorações, passou despercebida para muita gente a comemoração dos 50 anos de vida de Fernanda Torres.

O quê temos a ver com isto?

Primeiro, ela escreveu um artigo engraçadíssimo na Folha da semana passada, contando suas agruras de menopausa e outras coisas. Mas Fernanda Torres tem muito mais para contar...

Quando Antonio Fagundes, Caetano Veloso e Gilberto Gil estavam começando suas carreiras de artistas, Fernandinha estava nascendo, filha de pais ilustres. Fernando Torres e Fernanda Montenegro.

Fernandinha, como os pais, também escolheu ser artista. Boa como os pais... Além de artista, escritora, é também mãe de jovens adolescentes e vive no Rio de Janeiro, não tão bonito como era em 1965, mas que continua sendo a cidade mais bonita do Brasil.

Se Fernandinha pagou previdência desde o inicio da carreira, já deve estar chegando aos 35 anos de contribuição e já poderá em breve requerer aposentadoria pelo INSS. Mas, Fernandinha, como a mãe, vai trabalhar muitos anos pela frente. A mãe ainda trabalha mesmo tendo 83 anos de idade. Se Fernandinha trabalhar até a idade da mãe, terá mais 33 anos de trabalho. Todos ganharemos com a qualidade do trabalho da filha, como ganhamos com a qualidade do trabalho da mãe.

E por quê chamar Fernanda Torres de Fernandinha, se ela já tem 50 anos?
Por que para os pais e irmãos mais velhos, as Fernandas quando pequenas, são chamadas de Fernandinhas, Nanda, Fê, entre outras formas afetivas. As Fernandas que eu conheço, ou são Fê ou são Fernandinhas.

Peço desculpas a Fernanda pelo atraso na homenagem. Mas, quem tem tanto orgulho de pessoas como Fernanda Montenegro e Antonio Cândido, que já são mais velhos, também precisa aprender a ter orgulho do trabalho e da pessoa que é Fernanda Torres.

Que vivam muitos e muitos anos mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário