sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Cunha, líder do impeachment, é corrupto?

Somos todos corruptos?

Se o pessoal que apoia o governo é chamado de corrupto.
Se o pessoal da oposição, liderado pelo presidente da Câmara,
vê seu líder máximo ser denunciado como GRANDE CORRUPTO.

Será que somos todos corruptos?
Ou a estrutura do Estado brasileiro é corrupta
e facilitadora da corrupção?

É claro que há muita gente honesta.
No entanto, quantos conseguem ser eleitos, manter-se em cargos públicos ou fazer negócios sem envolver-se nos estímulos, imorais e ilegais, diretos e indiretos?

Quando um procurador do Estado de São Paulo é acusado de dar Habeas Corpus para membros do PCC, ele assim fez por coerência jurídica ou porque as forças ocultas doaram benefícios não identificados?

Quando pegamos os jornais do dia, grandes jornais como a Folha e o Estadão, e constatamos que no primeiro e mais caro caderno de cada jornal HÁ OITO PÁGINAS SEGUIDAS DE PROPAGANDA DO EXTRA - Supermercado que pertence ao Grupo Pão de Açúcar - estas oito páginas custam uma fortuna!

O pagamento desta propaganda desproporcional é meramente comercial ou é "uma forma de subsidiar a oposição ao governo por se tratarem de jornais explicitamente hostis ao governo Dilma"?

Nosso futebol está cheio de denúncias de corrupção.
Denúncias de policiais e fiscais envolvidos em "facilidades" já faz parte da história do Brasil.

O próprio Lava Jato, só lava rápido e a jato quando é para fazer denúncia contra o PT. Quando envolve outros partidos a máquina de lavar não funciona, o delator não lembra nem é cobrado e a história fica apenas com o PT. Mesmo se os outros partidos tiverem recebido mais dos mesmos doadores. Uma parte é dinheiro limpo e divino e a outra parte é dinheiro sujo e do demônio.

Como combater a corrupção endêmica?
Uma nova CONSTITUINTE e uma nova CONSTITUIÇÃO.
Lei seca para todos.
Desde o carcereiro até os governadores e presidentes.

Enquanto a Constituinte não vem: FORA CUNHA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário