sábado, 25 de julho de 2015

Pelo Domínio dos Fatos o Brasil é uma zona...

É uma decorrência lógica...

Simples, não é?
Como o Brasil vive uma profunda crise de valores e conceitos, tudo passa a ser relativo. Tão relativo que os executivos não governam, os legislativos negociam barganhas, o judiciário se arvoram de um poder Constitucional que os colocam acima dos Executivos e dos Legislativos, tendo inclusive poder de polícia.

Ainda não são censores da imprensa porque a imprensa está à direita do judiciário. Não sentados à direita, mas conservadoramente orientando o que o judiciário deve fazer para acabar com o poder eleitoral do PT e de seus representantes, sejam eles presidente, governadores, prefeitos, senadores ou deputados e vereadores.

Aqui, tudo pode, desde que seja contra o PT.

O mais curioso é a covardia das entidades empresariais...
Estão vendo os empresários e as empresas serem desmoralizadas, humilhadas e expostas ao ridículo familiar, e todas as entidades continuam caladas bovinamente. Onde está a valentia do Sr. Paulo Skaf, presidente d gloriosa FIESP?

Assim, já que os empresários se calam, assistimos o pais ser ridicularizado e, como as leis muitas vezes dificultam a execução desta peça destrutiva, voltamos todos ao domínio dos fatos.

É tudo uma decorrência lógica...

Que saudade de Faoro, Marcio Thomaz Bastos, Sobral Pinto e tantos juristas que honraram nossa História. Pelo domínio dos fatos, eram também colaboradores da corrupção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário