domingo, 19 de julho de 2015

Flores em São Paulo

Marçal e as flores

Na ultima sexta-feira, quando abrimos a janela do nosso quarto, vimos que o jasmim estava com várias flores. Quando fui sair de casa para o trabalho, subi no canteiro para tirar uma foto de perto. Não ficou boa, mas da para ter uma idéia.



Peguei as ruas da Vila Madalena e fui olhando a quantidade de pés de ipês floridos...
Será que as outras pessoas não percebem tantas flores? Outro dia vi até um desenho na Folha onde um personagem perguntava ao colega se ele estavam olhando as flores do ipê. Só que a Folha não gosta de publicar fotos de flores...

Por todo canto que passei fui vendo flores de ipês... 
Quando cheguei ao trabalho, sobre minha mesa tinha um envelope enviado por Tirso Marçal, amigo militante de muitos anos. Ao abri o envelope, tive a grata satisfação de ver um folheto cheio de fotografias de São Paulo, com prédios, ruas, parques e muitas flores. Incluindo flores de ipês...


Estas fotos, do caderno de Marçal, estão na página 15, e são no Ibirapuera. Eu sabia que Marçal gostava de fotografias, mas não sabia que ele publicava um livreto com nome de Imagens & Poesia, nem que ele fazia curso de fotografia no Senac/SP. 

Quem já conhece Marçal sabe que ele sempre gostou de arte e beleza, como também aprendeu a respeitar sua história de vida dedicada a organização da sociedade e dos trabalhadores. Além de gostar de futebol...

Quem sabe pessoas como Marçal ajude a nossa cidade a gostar de mais flores e a ser mais solidária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário