quarta-feira, 15 de julho de 2015

Brasil, Irã e Grécia: BIGs?

Três problemas ou três soluções

O Brasil, que já foi "o queridinho do mundo na época de Lula", transformou-se num grande cucaracho, republiqueta de bananas, onde ninguém respeita ninguém e as instituições parecem que voltaram ao velho oeste.

Senadores têm suas casas invadidas pela Polícia Federal, com autorização do STF - Superior Tribunal Federal, sem autorização do Senado da República; que por sua vez, questiona a autoridade da Presidência da República; que por sua vez, questiona o presidente da Câmara Federal; que por sua vez pressiona a Presidência para nomear seus cupinchas nos cargos federais e alterar a Constituição, levando-a ao atraso político e social. Vivemos um país sem governo e sem autoridades. Os golpistas querem derrubar o governo e estão negociando o espólio. Todos querem levar vantagem...

O Irã, que durante vinte anos, levou o mundo ocidental à loucura, particularmente os americanos. Os xiitas viraram sinônimo de radicalidade e agressão, mas agora estão sendo vistos como fundamentais para enfrentar a Irmandade Islâmica, o IS, que está se apoderando do Iraque e da Síria, redesenhando o Oriente Médio.

Este acordo de não uso da energia nuclear para fins bélicos com os países ocidentais, liderados pelos Estados Unidos, além de conter as bombas atômicas, pode baixar os preços do petróleo e aumentar o consumo de importados para o Irã. Mais negócios e mais mercados... é disto que a economia vive. Como dizem os analistas, negócios sem guerra são fundamentais para superar a crise mundial.

Já a Grécia, coitada, parece que o mundo está se dando conta de que Angela Merkel e os alemãs estão querendo "enquadrar" a Grécia como demonstração de força. Isto é muito perigoso. A Folha de S.Paulo de hoje apresenta nova matéria falando que a Grécia talvez tenha que vender parte do seu território: as ilhas históricas. Vender território é como vender a soberania. É meio caminho para revoluções e guerras, como Hitler fez na Alemanha e na Europa.

B de Brasil, I de Irã e G de Grécia podem formar a palavra BIG, grande em inglês. 
Que pode ser BIG solução como também pode ser BIG problema. São três países em três regiões estratégicas do mundo. Europa, Oriente Médio e América.

Podemos estar caminhando para a paz ou para a guerra. O tempo nos mostrará. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário