quinta-feira, 25 de junho de 2015

Fim de ciclo no Brasil?

Vacas Gordas e Vacas Magras

Os neoliberais estão comemorando a paralisia da economia.
Levy está conseguindo parar o Brasil sem decretar lock out - greve patronal. Ao mesmo tempo os empresários estão aproveitando a paralisia da economia para ajustar seus custos, demitindo gente e parando de investir. O desemprego está crescendo aceleradamente! E os trabalhadores estão órfãos.

É o Enigma: 

A economia parou em função da política ter desandado;
ou a política desandou porque a economia parou?

Ambas as respostas passa pela presidência da República e pelo Congresso Nacional. Logo, a questão mais importante é política. Já que a decisão de fazer um ajuste radical foi da presidente Dilma.

Como Dilma perdeu a governabilidade para o Congresso Nacional, que virou um grande balcão de negócios. A impressão que fica é que o Brasil perdeu o rumo. Para complicar, o Judiciário também virou de cabeça para baixo. Agora todo mundo manda e a hierarquia constitucional desapareceu.

Cabe aos formadores de opinião da oposição repetirem milhões de vezes que a economia parou de crescer, a política desgovernou-se e que tudo isto é parte do fim das Vacas Gordas na Economia e o começo das Vacas Magras.

Sendo que as Vacas Magras representam o fracasso do projeto desenvolvimentista, de crescimento econômico com inclusão social e distribuição de renda. Que o melhor é o projeto neoliberal, com arrocho salarial, desemprego alto como na Espanha que chega a 25% e concentração de renda.

E cabe a nós, desenvolvimentistas e democratas, defender o projeto de participação de todos os setores da sociedade na construção de um grande país, sem entreguismo nem centralismo.

Como vivemos num país democrático, o povo pode escolher pelo voto tanto um projeto como o outro. Para isto temos eleições regularmente. O problema é que os políticos ficam mudando as regras eleitorais conforme suas conveniências, tentando enganar o povo.

Outro problema é que, enquanto na Bíblia e no Egito, o período de Vacas Magras durou sete anos, no Brasil a crise dura muito mais... e o povo sofre muito mais até votar para mudar os governos.

Realmente estamos encerrando um ciclo, mas o novo, o que vem no lugar ainda não apareceu no horizonte. Tudo indica que vem mais conservadorismo.

Mas a vida continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário