quarta-feira, 3 de junho de 2015

Bradesco sai na frente para comprar HSBC Brasil

Itaú é mais de chegada...

A história tem nos ensinado que, embora o Bradesco tenha sido sempre um banco bem competitivo no mercado brasileiro, depois que Roberto Setúbal assumiu a presidência do Banco Itaú este banco passou a ser o banco brasileiro mais competitivo no cenário nacional e internacional. E quanto mais Roberto Setúbal ousa, mais o Itaú cresce em tamanho e em lucratividade...

A imprensa divulgou hoje com destaque que:

"BRADESCO está disposto a pagar até R$ 10 bilhões para levar o HSBC Brasil"

Concluída a primeira etapa de venda do HSBC Brasil, o Bradesco, o Santander e o Itaú foram os únicos bancos a formalizar propostas de compra. Os bancos chineses ficaram fora e o BTG, que anda com problemas com a Petrobras, também não apresentou proposta.

Estão em jogo cerca der R$ 168 bilhões em ativos e um patrimônio líquido de R$ 9,732 bilhões. Dizem que a rentabilidade do banco no Brasil está negativa e que precisa de ajustes em sua operação de varejo. Há também a necessidade de quem comprar ter que demitir muitos funcionários...

Bradesco quer encostar no Itaú?

Se o Bradesco comprar o HSBC Brasil, considerando dados do primeiro trimestre, ultrapassaria R$ 1,2 trilhão em ativos, chegando bem perto do R$ 1,295 trilhão do Itaú ao final de março.

Será que o Itaú vai deixar o Bradesco fungando no seu cangote?

Será que o Bradesco vai ter ousadia e coragem de peitar o Itaú quando a disputa for para leilão entre os três competidores?

Quem conhece o Itaú sabe que o Itaú não entra em disputa para perder...

Quem conhece o Bradesco sabe que, se perder esta disputa para o Itaú, a distância entre um e outro vai ficando cada vez maior. E o tempo necessário para manter a competitividade com o Itaú vai ficando também mais longo.

Já que o Sr. Lázaro Brandão vai se aposentar neste ano de 2015, talvez seja uma boa forma de despedir-se do Bradesco é comprando o HSBC e mostrar ao mercado, aos clientes e aos funcionários que o Bradesco continua sendo o Banco de varejo do povo brasileiro. O Banco de todo o Brasil.

Mas Roberto Setúbal também vai se aposentar no ano que vem e não vai querer deixar o Itaú ameaçado pela concorrência de seu maior adversário.

Quem viver, verá...

Nota: As informações acima foram tiradas da boa matéria publicada no Estadão de hoje.


Nenhum comentário:

Postar um comentário