terça-feira, 19 de maio de 2015

Santander e HSBC: A fome e a vontade de comer

Dois bancos frágeis pode gerar um banco forte?

Esta hipótese de o Santander Brasil comprar o HSBC Brasil é para valer, ou é apenas um blefe?
Considerando-se a história dos dois bancos, tudo pode acontecer. Inclusive todo mundo falar que quer comprar o HSBC e depois e Itaú ir lá e arrematar por melhor preço e condições...

Vejam esta matéria do Valor on line de hoje:

Santander Brasil estuda proposta pela filial brasileira do HSBC

Valor - Por Fabiana Lopes – 19/05/2015 – 12:33h

O presidente do Santander Brasil, Jesús Zabalza, confirmou nesta terça-feira que o banco estuda a possível aquisição da filial brasileira do HSBC, mas ainda não lançou nenhuma proposta. “Vamos estudar a proposta pelo HSBC. Estamos vendo todas as oportunidades”, disse o executivo ao ser questionado por jornalistas.
 Zabalza disse, inicialmente, que a estratégia do banco se apoia em crescimento orgânico. 

Mesmo assim, ressaltou que a instituição tem “responsabilidade de olhar” todas as oportunidades de expansão que aparecem no mercado. "Temos capital para crescer com nossos clientes", disse Zabalza, em encontro com a imprensa para apresentar um programa de apoio a pequenas e médias empresas.

Pequena e média empresa O Santander Brasil lançou nesta terça-feira um programa de apoio a pequenas e médias empresas, com oferta de produtos e serviços específicos, além de disponibilizar R$ 15 bilhões em crédito no país. O operação se integrará a uma plataforma já implementada em locais como Espanha, Reino Unido e México.

 No mundo, o Santander tem mais de 4 milhões de clientes PMEs, em mais de 20 países.
Com o novo programa, o Santander diz que reduzirá o prazo de abertura de conta corrente, simplificará o processo de concessão de crédito e oferecerá a instalação de máquinas de adquirência da Getnet em dois dias.

Com foco nesse público, o banco também pretende oferecer cursos online e presencial e visitas a empresas de maior porte para troca de experiências, além de subsidiar um estagiário por quatro meses em algumas companhias. A perspectiva é disponibilizar 500 estagiários em 2015.

No primeiro trimestre, a carteira de crédito para pequenas e médias empresas do Santander recuou 0,7 % em relação ao mesmo período do ano passado e 0,3% sobre dezembro, para R$ 31,6 bilhões. O estoque total de financiamentos teve expansão de 15,3% em 12 meses e de 5,1% no trimestre, a R$ 258,1 bilhões.

Um comentário:

  1. Os boatos estão muito fortes. O Santander vai adquirir o HSBC no Brasil. Capital para isso ele tem. Abs fraterno.

    ResponderExcluir