quarta-feira, 20 de maio de 2015

A China pode conter os Evangélicos?

Enquanto os USA tentam sair da crise, China conquista mercados

A China já está presente em toda a África, controla a Ásia, aproxima-se cada vez mais da Eurásia, marca presença no Oriente Médio e aumenta sua participação no mercado Latino Americano, que aos poucos vai deixando de ser "o quintal dos Estados Unidos". Enquanto isto, a Europa patina e os Estados Unidos tentam recuperar suas energias.

Economicamente o Mundo está passando por profundas transformações. Muitas delas para melhor. Culturalmente o Mundo vai se aproximando e diminuindo as diferenças. Isto também é muito bom.

No entanto, quando olhamos o quadro político, ficamos mais preocupados do que satisfeitos.

Para onde está indo a Democracia no mundo?
A Democracia do pós Segunda Guerra mostra sinais de esgotamento.
Novos sistemas estão surgindo...

Na Europa, com o voto optativo, cada vez menos gente vai votar, fazendo com que os eleitos, embora os sejam com 20 a 25% dos votos, tenham que governar para 100% da população. Dando um ar de legalidade sem legitimidade.

Nos Estados Unidos, a Democracia é a do Big Stick, isto é, você tem liberdade para quase tudo, menos questionar a hegemonia dos Partidos Democrata e Republicano que representam o pacto da colonização anglo-saxã. O quê, como modelo de liberdade, ainda é um dos melhores no mundo.

No Oriente Médio temos governos religiosos, incluindo aí Israel, com seu Estado Sionista.
Na Ásia temos sistemas fechados com partidos que representam as oligarquias históricas.

Na América Latina, na medida que a economia está patinando, a direita toma coragem para enfrentar os governos progressistas e acabar com as conquistas sociais. Estamos caminhando para um período de retrocesso democrático.

O Brasil está caminhando para perder a hegemonia católica e conviver com a hegemonia evangélica pentecostal. Os sinais são cada vez mais evidentes: O presidente da Câmara Federal é militante evangélico, os evangélicos já têm uma grande bancada de deputados (mais de 70). Até os meios de comunicação estão cada vez mais sob controle dos evangélicos. Nesta semana presenciamos a compra da tradicional e histórica Rádio Estadão/Eldorado por um pastor de uma destas Igrejas Pentecostais.  Saudade dos Mesquitas históricos...

O curioso é que a própria direita brasileira, liderada pelo PSDB, como não consegue ganhar a presidência no voto, aliou-se aos evangélicos para tentar derrotar o governo Dilma neste mandato e impedir a vitória de Lula em 2018.

Será que os chineses vão deixar os evangélicos criar suas igrejas na China? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário