domingo, 1 de março de 2015

Três boas notícias deste domingo

Apesar da Direita Ensandecida

1 - A primeira boa notícia: O Estadão, apesar da política golpista e manipuladora adotada pela direção do jornal, publicou duas ótimas matérias:

Uma no Caderno de Economia com o título "O caso HSBC é só a ponta do iceberg", de autoria do ótimo correspondente em Genebra, Jamil Chade, abordando sobre o fato de "A Suiça ser o principal local de lavagem de dinheiro do nosso planeta", com a entrevista de Jean Ziegler. Imperdível;

A segunda matéria é um ótimo artigo no Caderno Aliás, de autoria do professor Renato Janine Ribeiro, com o título "Fim da compaixão?" , onde aborda as vaias e agressões proferidas pela clientela do Hospital Israelita Albert Einstein ao professor e ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega. Também imperdível a leitura de artigo.

2 - A segunda boa notícia foi que a Folha de S.Paulo, numa recaída democrática, publicou uma página inteira no Caderno Poder, uma entrevista com o professor e economista, Bresser Pereira. Imperdível a leitura da entrevista e a compra do livro que Bresser está lançando aos 80 anos de idade. Bresser fala coisas que pouquíssimos acadêmicos tiveram coragem de falar até agora. E ele não é petista, nem nunca foi. "Bresser avalia que o ódio que os ricos brasileiros têm ao PT decorre do fato de o governo defender os pobres." Palavras de Eleonora de Lucena, jornalista da própria Folha.

3 - A terceira boa notícia, não é sobre política nem as loucuras e mentiras da nossa imprensa, de parte do nosso judiciário, nem de algum delegado da PF, muito menos de políticos corruptos ou não; a nossa terceira boa notícia é que, neste primeiro de Março de 2015, as paineiras de perto de casa começaram a florir. No Parque Villa Lobos e nas avenidas da região.

Como os jornais começaram a publicar matérias que se contrapõe à proposta golpista de impeachment, evidenciando que algo novo está acontecendo, e com as paineiras florindo, vamos trabalhar para que novas esperanças surjam no Brasil e todos contribuam para construir uma nova etapa em nosso país.

Ainda ontem, sábado, eu perguntava onde estavam os atores sociais relevantes.
Hoje apareceram o professor Bresser Pereira, o professor Janine e o  ex parlamentar suiço e autor do livro "A Suiça Lava Mais Branco", Jean Ziegler.

Que milhares de flores apareçam neste mês de março e que as pessoas tomem coragem e comecem a mostrar sua indignação com o que está acontecendo no Brasil. Mais do que "Lavar a Jato", vamos passar este país a limpo e escrever uma nova história. 

A história do Brasil para todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário