segunda-feira, 9 de março de 2015

Fabio Barbosa saiu da Abril/Veja

Valeu a pena ter ido?

Como admirador de Fábio Barbosa, quando ele foi nomeado presidente do Grupo Abril, eu escrevi analisando sobre o quê ele iria fazer lá. Se seria dar um banho de civilidade, já que a revista pauta-se como a porta-voz do fascismo brasileiro; se Fábio estaria submetendo-se a um novo emprego, mesmo sendo numa empresa inidônia; ou ainda se ele estaria indo para enxugar o grupo financeiramente. Parece que a terceira hipótese foi a mais provável.

Mesmo a revista fascistas continuando a existir, foram fechadas várias publicações e vendidos valiosos patrimônios, como a área educacional. Só esta parte foi vendida por mais de um bilhão de reais. Muito dinheiro que possibilita os donos a irem morar nos Estados Unidos e serem felizes por muitos anos...

Talvez no contrato original, Fábio tenha colocado uma cláusula confidencial de participação nos resultados das vendas. Isto justifica a sua saída do Grupo Abril logo após a realização da venda da área educacional.

Confesso que fico contente com a saída de Fábio da Abril. Fábio Barbosa, para quem não conhece, além de grande administrador, é uma pessoa moderna, civilizada e não é neoliberal. Administrou bancos como o Real, o ABN-Amro e o Santander. é também membro do corpo diretivo da Fundação OSESP, onde, se não me engano, é o atual presidente. Tirando o Santander, as demais experiências de Fábio foram bem sucedidas.

Para onde está indo Fábio Barbosa? Vai tirar um ano sabático? Vai para o Itaú?
Depois de vários anos como assinante da OSESP, deixei de renovar nossas assinaturas. Faltou estímulo. Talvez se Fábio der uma investida na OSESP para que ela volte a prestigiar mais o clássico tradicional, eu volte a assinar e a frequentar a Sala São Paulo.

Não tenho o telefone de Fábio, mas, agora que ele está mais livre, bem que toparia bater um bom papo com ele.

O Brasil precisa muito de pessoas como Fábio Barbosa, Henrique Meirelles, Belluzzo e Bresser-Pereira. Temos um bom clube da terceira idade, porém aptos para continuar ajudando a construir um Brasil para todos.


Um comentário:

  1. Fabio Coletti Barbosa, um grande homem, profissional, o qual admiro muito....aprendi muito com ele na era do ABN AMRO REAL.

    ResponderExcluir