sábado, 24 de janeiro de 2015

China já é o maior mercado consumidor do mundo

Maior do que USA e Europa

Dados da China deixam o mundo com inveja.
Vejam alguns exemplos:
A renda pessoal do chinês cresceu, em 2014, 8% quando medida em relação ao ano anterior. A participação do consumo das famílias, pela primeira vez, ultrapassou os 51% do PIB. A China é, cada vez mais, uma sociedade de consumo, deixando o discurso comunista como passado. Chineses já compram mais automóveis que os americanos e europeus.

Todas estas informações estão contidas no bom artigo do economista Luiz Carlos Mendonça de Barros, publicado na Folha de ontem, sexta-feira.

E o Brasil, para onde vai?

Brasil vende tudo para estrangeiros!
Vende universidades, serviços telefônicos, água, luz, transporte terrestre, aviação, minérios, automóveis, agricultura, editoras, tudo, tudo, tudo. 

Na verdade falta abrir plenamente para os estrangeiros a área de imprensa. A mídia em geral. Esta é uma grande contradição dos empresários. Ficam defendendo a internacionalização de tudo, mas querem reserva de mercado para rádios, jornais e TVs. 

Está na hora de abrir o mercado de comunicação. Chega de protecionismo!

Por falar em internacionalização da Educação, da Saúde, dos Convênios Médicos e tudo mais, vejam a matéria da Folha de ontem:

"Entrada de capital de fora do país no setor hospitalar, até então proibida, foi liberada por medida provisória". 

A Amil já foi comprada pela United Health, e a Intermédica, vendida para o grupo de investimentos americanos Bain Capital.  

Queremos que a presidente Dilma faça uma MEDIDA PROVISÓRIA abrindo o mercado de comunicação nacional para as multinacionais. Se é para privatizar e internacionalizar tudo, que façam também com a mídia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário