sábado, 27 de dezembro de 2014

Para onde vai 2015?

São dois prá lá e dois prá cá...

Se tudo correr bem, viveremos um agitado bolero tropical em 2015. Ora o governo tendo que agradar a direita, ora tendo que agradar a esquerda. No meio disto tudo está o povo. Se a economia melhorar, o ânimo do povo melhora, se a economia piorar, o ânimo do povo piora. Isto é mais importante do que a Petrobras e a corrupção. Ambos fazem parte da nossa história. A Petrobras e a Corrupção. E este Congresso Nacional não vai resolver nem uma coisa, nem outra. Até porque os congressistas dependem das duas coisas. Como financiar campanhas? Podem mudar as formas, mas não mudarão o conteúdo.

O diferente a partir de 2015 será que os atores sociais precisarão ser mais ativos na defesa de suas reivindicações. O governo cuidará da governabilidade, equilibrando-se entre as partes. A esquerda representada pelos movimentos sociais e a direita representada pela maioria do Congresso Nacional e pela imprensa golpista, que não deu trégua nem no Natal. Isto mostra que as perspectivas não serão boas. Nem para um lado, nem para o outro. Viveremos um parlamentarismo informal, sem as vantagens do bom parlamentarismo.

Aproveitando que o Brasil descansa no início do ano, não analisarei noticias da imprensa por um período. Aproveitarei para ficar um pouco mais com a família, colocar no blog reflexões sobre a atualidade e o passado histórico da humanidade. Nosso presente é reflexo do nosso passado, mesmo que distante no tempo e no espaço. A China, a Índia e tantos outros países nos afetam mais do que a nossa rotina atual.

Vocês verão que, mesmo a imprensa sendo importante, nós conseguimos viver um período sem ela.

Que venha nosso "Bolero Tropical"!

Um comentário: