segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Finalmente a chuva de verão

São Paulo viveu seu verdadeiro dia de chuva

Depois de muito sofrimento e muita espera, finalmente a chuva chegou pesada em São Paulo. Encheu tudo! As avenidas, as ruas, as árvores, as casas, enfim, encheu a cidade!

E ninguém reclama. Todos comemoram. Finalmente a "reserva" não vai secar e voltará a encher, mesmo que seja menos que os anos anteriores. Nada será como antes...

Depois de sair correndo para pegar o carro no estacionamento, correndo para comprar o pão no Deli Paris, na Rua Harmonia - Vila Madalena, correr para voltar para o carro, chegar em casa com muita dificuldade por causa da quantidade de água nas valetas, não conseguia sair do carro e pegar as coisas para guardar. Afinal, o carro da filha estava na garagem ao lado do carro da mãe e eu precisei ficar na rua até o final do dia.

Depois de tudo arrumado, agora conseguimos ficar em casa...
ouvindo o barulho da chuva.
Vocês já prestaram atenção no barulho da chuva?

Já observaram quantas lembranças ele nos traz?
Sons de infância, sons de adolescência,
sons da juventude, sons da maturidade
e agora os sons do início da velhice...

O ser humano não pode viver sem a chuva,
mesmo quando ela é exagerada,
ou quando é fraquinha e nos deixa triste.

Mas, esta chuva exagerada de hoje,
não deixou ninguém triste nem apreensivo.
Todos querem muita chuva e muita água.
Mesmo que isto interfira no clima do Natal.

A chuva pode ser nosso presente de Natal...


Nenhum comentário:

Postar um comentário