sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Abilio Diniz e a Imprensa

A disputa continua...

Freudianamente Abílio não desiste do Varejo, como o Cidadão Kane não esquecia do seu "rosebund". Apesar de estar muito bem como presidente e acionista da BRF, Abílio volta ao varejo novamente como sócio de um francês. Só que desta vez o francês é o concorrente do Casino, o predador vencedor na disputa com o Pão de Açúcar.

Ao mesmo tempo que acompanhamos a volta de Abílio, voltamos a constatar a parcialidade da nossa imprensa, mesmo quando se trata de negócios entre grandes investidores. Logo, a briga e a manipulação não são apenas contra Dilma e o PT, é parte da vida da nossa imprensa. Não ser neutra nem imparcial!

A Folha de S. Paulo sempre esteve do lado do Casino e seu proprietário francês, nesta disputa, sempre se posicionou contra Abilio. Os motivos nunca ficaram muito claro... Na volta de Abilio, a Folha continuou do mesmo jeito: Esquecendo-se de Abilio e suas notícias.

O Estadão saiu novamente na frente, dando matéria de meia página. A Folha... nada. Depois o jornal Valor, que é de propriedade da Folha e do Globo, também deu a notícia. E a Folha... nada. O Estadão continuou dando destaque, sendo que ontem deu página inteira. Mesmo o Globo deu a notícias que a Folha se negava a dar.

Finalmente, hoje, a Folha dá a notícia velha como se fosse novidade.
Isto pega muito mal para o mundo dos negócios, das notícias e da verdade.

Por isto que, apesar de considerar os dois jornais - Folha e Estadão - um a copia do outro e ruins politicamente. Tendo cadernos de política nacional parecendo boletins de baixa categoria  fico sem saber se cancelo as duas assinaturas, escolho um dos dois ou se mantenho os dois, por ambos não prestarem mas terem noticias interessantes nas áreas internacionais e de cultura.

Talvez eu acabe ficando somente na internet,
deixando de ler jornais impressos e desonestos...

Já Abilio e o Carrefour, eu espero que o Carrefour melhore muito,
já que o Pão de Açúcar está ficando igual ao Carrefour. Insosso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário