sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Sem água, sem segurança e sem ética

São Paulo 40 graus...

Vindo para o Centro de São Paulo, ouvi no rádio que ontem no estado de São Paulo teve cidade que a temperatura chegou a 40 graus. Na cidade de São Paulo chegou a 37 graus. E que hoje, sexta-feira, a temperatura voltaria a 37, podendo chegar no fim de semana a 40 graus.
40 graus em São Paulo?

Continuei ouvindo o noticiário e o locutor começou a falar dos assaltos na região rica do Morumbi, da violência no trânsito e dos assaltos em toda grande São Paulo. A população de São Paulo vive insegura e sem contar com a polícia. 

Já chegando no Centro, comecei a ouvir o noticiário sobre o “vale tudo eleitoral”.  Um lado acusa o outro lado de corrupção, de  empregar parentes, de fazer caixa dois e de ser bêbado, feia e por aí vai…  O que menos se discute é que fez mais pelo povo brasileiro. Por exemplo, por que falta água? Culpa de Deus, que não manda chover?

Em São Paulo, o governo mente diariamente sobre a água, mente diariamente sobre a segurança e mente diariamente sobre a ética na política, ao esconder os apoios financeiros que recebe do governo federal, quando esconde que o Estado de São Paulo é o segundo estado do Brasil a receber bolsa família, um dos primeiros a receber pró-uni, mais médicos, minha casa minha vida e tudo mais.

Mentir e manipular informações não é uma característica apenas dos tucanos que estão no governo de São Paulo há mais de vinte anos, a imprensa paulista também manipula informações, mente contra o PT e os seus governos e engana a população. Escondeu a falta de água até a realização do primeiro turno como forma de proteger Alckmin. Agora que a eleição passou e Alckmin ganhou no primeiro turno, a imprensa está exigindo providências. E se a água acabar de vez?

Toda esta falta de ética é protegida em nome de uma legalidade conservadora e preconceituosa. A legalidade que protege a imprensa paulista e o seu judiciário é igual a legalidade da época da escravidão, da época que as mulheres não votavam e não podiam trabalhar fora de casa.

O tempo vai desmascarar esta prática conservadora, reacionária e preconceituosa. Mesmo havendo pessoas prejudicadas nos dias de hoje, o tempo recuperará suas histórias como fez com Zumbi dos Palmares, com as revoltas populares e com Marinha da Penha e Chico Mendes.

Enquanto este dia não vem, a temperatura em São Paulo chega a 40 graus e a umidade do ar chega a apenas 13%. Temperatura de deserto e do sertão.

Como dizia a musica: 
O sertão vai virar mar, e o mar vai virar sertão.
A começar por São Paulo.


Antes que seja tarde, 
que tal escolher a mulher do coração valente 
e votar 13 no próximo dia 26?

Nenhum comentário:

Postar um comentário